Você sabe identificar uma relação amorosa que chegou ao fim?


Mesmo após anos, é possível que o amor se vá. 

Ninguém gosta de pensar e nem de admitir que não há mais amor no relacionamento e ambas as partes sofrem quando acontece. Mas a grande maioria das pessoas vive tanto no automático que nem se dão conta que a empolgação foi embora, o frio na barriga já é inexistente, foi-se o tempo da excitação e a saudade não aparece mais.

No começo é difícil aceitar, até porque já estão tão acostumados um com o outro, é tudo tão cômodo. Mas pensar em um término, geralmente, é a melhor opção tanto para você, que não merece estar com alguém que não ama, quanto para seu par, pelo mesmo motivo. 
Por isso, a rede social, Meu Rubi, elencou alguns sinais claros de que o relacionamento pode ter chegado ao fim. 

· Tanto faz para você
Um sinal quase que gritante é quando você já não tem mais ânimo para dar presentes como antes, para cuidar da pessoa como antes, para se importar com as coisas que ela faz. É como se você estivesse apenas vivendo no automático, não tem sentimentos, não tem reações, tudo tanto faz como tanto fez.

· Tudo que o parceiro faz irrita você
É, sabe aquele apelido que ele sempre te chamou e você gostava, mas agora não curte mais? Ou então as atitudes dele, que sempre foram tão rotineiras e você nem dava bola, mas agora parecem o fim do mundo.
Além de claro, você ter um motivo para brigar o tempo todo, e ele sempre está errado. E obviamente, o jeito dele também não está o agradando nem um pouco.

· O sexo virou obrigação
No começo era tudo lindo, excitante, vocês dois queriam o tempo todo. Claro, era novidade! É normal que o sexo esfrie depois de muito tempo juntos, mas não é normal se acomodarem e ficar por isso mesmo.
Quando você ou ele estão transando por obrigação e não há mais aquele desejo, aquela vontade, é hora de ligar o alerta, pois o amor pode ter ido embora. 
Fique atento também à intimidade de vocês, que não deve ser só aquela de amigos, a intimidade de um casal jamais deve estar ausente, pois quando ela se perde, pode ter certeza que não há mais volta. 

· Se imagina em outras relações
Parece que você nunca voltaria a pensar em nenhum de seus ex, pois sempre foi tão feliz com quem está. Mas quando começa a ter pensamentos do tipo “será que meu ex faria isso?” ou como seria seu relacionamento com qualquer outra pessoa que não seja seu parceiro, a situação pode estar crítica. Imagine a relação chegar ao nível em que você se imagina com outros. Ainda pode ser que, mesmo se ficar sozinho, será melhor do que permanecer nisso que está. 

Quando a gente percebe que não ama mais o parceiro, não devemos nos culpar, pois isso acontece e ninguém é obrigado a permanecer em um relacionamento onde não está feliz, não sinta culpa por não amar mais!
Entretanto, o mais certo a fazer é ser sincero e deixar o outro livre para encontrar alguém, assim como você. 

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.