Homem é preso em Ribeira do Pombal(BA) com drogas, arma de fogo e mais de R$ 2 mil


Integrantes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Nordeste, prenderam no final da noite desta segunda-feira (02), um homem de 39 anos, identificado como José Raimundo Cipriano Ferreira, no Bairro Pombalzinho, em Ribeira do Pombal (BA), após receberem uma denúncia anônima a respeito da ocorrência de tráfico de drogas em uma determinada localidade daquele bairro.
Ao deslocarem ao endereço indicado, os policiais um indivíduo em atitude suspeita, e ao submetê-lo a abordagem, encontraram sob sua posse um revólver calibre .32, além de quatro munições da mesma dimensão, 25 papelotes com uma substância semelhante a cocaína, dez munições de calibre .38, quatro de calibre .40, embalagens para entorpecentes, R$ 2.383,00 ( dois mil trezentos e oitenta e três reais), uma motocicleta Honda Twister de cor azul e placa JQJ 1652 e um caderno de anotação.
José Raimundo, que é natural de Paulo Afonso foi conduzido, junto com o material apreendido, à delegacia de Euclides da Cunha, onde a autoridade da Polícia Judiciária ratificou a voz de prisão. De acordo com a Cipe Nordeste, ao chegar na unidade policial, também foi constatado que o criminoso possuía em seu desfavor, um mandado de prisão expedido pela Comarca de Simões Filho.
Redação de Sertão em Pauta, com informações da Cipe Nordeste.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.