Euclides da Cunha-BA: Quatro pessoas morreram em trágico acidente na BR-116



Terminou de forma trágica a viagem de quatro pessoas que viajavam para Euclides da Cunha na manhã desta terça-feira, 03. Uma colisão frontal envolvendo um carro de passeio e uma carreta matou pai, filha e neta da mesma família e um amigo dos mesmos, na BR 116/Norte, trecho entre as cidades de Tucano e Araci. O acidente aconteceu na manhã desta terça-feira, 03, na proximidade do acesso do distrito de Tracupá, município de Tucano.

De acordo com as informações que chegam aos moradores de Euclides da Cunha pelas redes sociais após o momento do acidente, as quatro pessoas morreram no local, preso entre as ferragens. Elas retornavam da capital baiana em um veículo de marca Fiat Palio, placa JLN 5522, licença de Euclides da Cunha, Bahia. Até o momento há apenas a identificação prévia de duas pessoas, uma conhecida como ‘Zé Bracinho’ e outra pelo prenome Givaldo. Outras duas vítimas seriam filha e neta do senhor ‘Zé Bracinho’. A família passaria o final de ano na cidade de Euclides da Cunha.

Com o impacto, a frente do carro de passeio ficou destruída; a carreta apresentou danos na parte dianteira esquerda. Até onde sabemos, o condutor da carreta não se feriu.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.