Três suspeitos morrem após troca de tiros com policiais em Senhor do Bonfim-BA


Submetralhadora, pistola e revólveres foram apreendidos, na quinta-feira (23), por equipes da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), em Senhor do Bonfim, no norte da Bahia. Os materiais ilícitos estavam com criminosos que respondiam a inquéritos por tráfico de drogas, roubos e porte ilegal de arma de fogo. Três morreram em confronto com policiais civis.
De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), uma denúncia anônima ajudou os policiais com o flagrante. Sabendo da movimentação estranha de um veículo, perto de um posto de gasolina, na cidade de Senhor do Bonfim, foi montada uma campana. O automóvel modelo Uno foi cercado, mas os ocupantes atiraram com a aproximação das viaturas.
Depois do confronto foram atingidos os suspeito Davi Clerisson Ferreira Silva, 23 anos, Charlinton Joab Moura Oliveira, 22, e Lucas Pereira da Silva, idade não informada. Ele foram socorridos, segundo a SSP, mas não resistiram aos ferimentos.
Armas apreendidas
Com o trio foram encontrados uma submetralhadora calibre 9mm, uma pistola calibre 45, três revólveres calibre 38 e 22, carregadores, munições, seis porções grandes de maconha prensada, três pedras de cocaína e quatro pedras de crack.
Os policiais civis agiram rápido e evitaram que o trio atacasse rivais. O próximo passo é identificarmos o restante da quadrilha e capturá-los“, contou o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.