Operação da Polícia Civil termina com 2 presos por crimes graves em Coronel João Sá e região

Noventa e um criminosos acusados de homicídios, latrocínios, estupros, tráfico de drogas e crimes contra o patrimônio, tiveram os mandados de prisão cumpridos na Bahia, durante a Operação PC27 deflagrada, nas primeiras horas desta quarta-feira (24), pelas polícias Civis dos 26 estados e do Distrito Federal (DF), para capturar foragidos da Justiça, envolvidos em crimes graves.

Na Bahia, mais de 1,2 mil policiais e 321 viaturas foram empregadas na ação, que cumpriu mandados e efetuou prisões em flagrante, em Salvador e cidades do interior. Oito adolescentes, que possuíam mandados de apreensão em aberto, também foram localizados e encaminhados ao Ministério Público (MP) para adoção de medidas socioeducativas.

PAULO AFONSO E REGIÃO

Na região de Paulo Afonso, a 18ª Coordenadoria de Polícia do Interior realizou a Operação em 05 Cidades (Cel João Sá, Jeremoabo, Antas, Chorrochó e Paulo Afonso Sede da DT e DEAM), tendo como resultado 2 Mandados de Prisão cumpridos (1 em Paulo Afonso por homicídio e outro em Cel João Sá por estupro); 5 Mandados de Busca e Apreensão cumpridos (1 pela DEAM na zona rural de Paulo Afonso e 4 pela DT de Paulo Afonso), 02 adolescentes infratores apreendidos em Paulo Afonso, 01 apreensão de arma de fogo e recuperação de produtos furtados em Antas e ainda em Jeremoabo recuperação integral de uma carga roubada de charque. Por fim, em Chorrochó e Macururé a Polícia Civil fez diversas abordagens a veículos, pessoas, bares, borracharias como forma de prevenção a crimes na área.

O delegado-geral Bernardino Brito Filho explicou que a Operação PC27 é fruto dos trabalhos investigativo das polícias judiciárias do Brasil e foi concebida durante uma das reuniões do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC).

Porções de maconha, cocaína, crack e quatro armas de fogo também foram encontradas pela polícia, durante o cumprimento dos mandados. Os presos na Operação PC27 serão encaminhados ao sistema prisional e o material apreendido, seguia para Perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.