Motorista sobrevive após carro ser esmagado por 2 carretas na BR-040


A BR-040 foi liberada por volta das 21h desta quinta-feira (11) após um acidente na altura do Bairro Califórnia, na Região Noroeste de Belo Horizonte, próximo ao acesso do Anel Rodoviário. No engavetamento, duas carretas prensaram um carro, que ficou completamente destruído.

O motorista do veículo menor foi resgatado vivo das ferragens após cerca de duas horas. A rodovia ficou fechada por cerca de quatro horas no sentido Belo Horizonte.

No sentido Sete Lagoas, o trânsito não foi fechado, mas o congestionamento também foi grande porque muitos motoristas reduziam a velocidade no local da batida.

O motorista foi levado de helicóptero para o Hospital João XXIII. O pai dele disse na porta da unidade que o filho fez exames e que estava bem.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.