Jovem é morto um dia após fazer post em rede social celebrando saída da prisão

Um jovem de 25 anos foi assassinado a tiros no município de Ubatã, localizado na região sul da Bahia, um dia depois de sair da cadeia e comemorar a liberdade com um post nas redes sociais. O crime ocorreu na noite de sábado (9), na casa onde o jovem morava.

Após deixar a prisão, onde estava desde outubro de 2018, por suspeita de envolvimento em um homicídio e tráfico de drogas, Benedito Lemos de Oliveira Júnior postou em sua página no Facebook que estava "se sentido abençoado".
"Pra quem não acreditou venci mais uma vez... Tô na pista aí de novo a família fortaleceu... #Liberdade_cantou #Obrigado_Deus Obs: O homem que inventou as grades não sabe o que é saudade...", escreveu o rapaz.
Na noite do sábado, no entanto, quando estava na porta da casa onde morava, no bairro São Raimundo, Benedito foi surpreendido por dois homens que chegaram em uma moto, segundo informou a delegacia da cidade. O que estava no banco do carona desceu e começou a atirar contra a vítima. O crime foi por volta das 20h.
Benedito ainda chegou a correr para dentro de casa, mas o atirador foi atrás dele, efetuando os disparos nas costas do rapaz. Os parentes da vítima que estavam no imóvel, não se feriram. Os suspeitos fugiram na moto. Os familiares de Benedito ainda chegaram a socorrê-lo e o levaram para o Hospital de Base de Itabuna, mas ele não resistiu e morreu no caminho.
A polícia disse que trabalha com duas hipóteses: execução por vingança, já que Benedito havia sido preso por suspeita de envolvimento no homicídio de uma pessoa que pertencia a uma facção que atua na cidade, ou por envolvimento dele com o tráfico.
A delegacia de Ubatã informou que já começou a ouvir testemunhas para esclarecer a autoria e motivação do homicídio.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.