Ex-vice-prefeito de Potiraguá(BA) morre após bater carro em carreta


O ex-vice-prefeito da cidade de Potiraguá, Sul da Bahia, morreu depois de se envolver em acidente na rotatória que dá acesso ao município de Santa Luzia, na segunda-feira (14). Ele retornava de uma fazenda da cidade de Canavieiras. 
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o carro em que Carlindo Caprine estava bateu com uma carreta, enquanto tentava fazer o contorno da pista. O veículo foi atingido na lateral do assento do motorista, onde ele estava. A esposa dele, única passageira do carro, teve ferimentos leves. O motorista do caminhão saiu ileso.
Caprine foi vice-prefeito por duas gestões e vereador em outras duas. Atualmente, estava fora da política, exercendo atividades na área empresarial. A prefeitura de Potiraguá emitiu nota de pesar.
Leia nota na íntegra

“É com muita tristeza que informamos a partida prematura do nosso amigo Carlindo Caprini. Um homem do povo, que sabia escutar, respeitar e que muito ajudou a nossa comunidade, a nossa gente! A notícia da morte do ex vice-prefeito por duas gestões e vereador por dois mandatos comove e entristece a Potiraguá como um todo. Estaremos entrado em luto oficial pelos próximos dias, que Deus em sua infinita grandeza, amor e misericórdia possa confortar os corações de todos familiares e amigos“.

As informações são do G1.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.