Após receber liberdade e fazer ameaças em redes sociais, jovem é assassinado à facadas em Tucano-BA


O município de Tucano-BA voltou a ser palco de mais um homicídio. Desta vez, o crime teria acontecido na noite da última quinta-feira, 06, no bairro Matadouro, no referido município.

De acordo com informações, o pombalense José Alexandre Silva Pereira (Fabão) foi atingido por diversas facadas, não resistindo aos ferimentos, tendo o seu óbito constatado ainda no local.

Fabão foi preso no distrito de Caldas do Jorro, em Tucano, em agosto de 2016, quando foi abordado por policiais militares locais, quando na ocasião tinha em seu desfavor um Mandado de Prisão lavrado pela comarca de Ribeira do Pombal-BA, pela prática de diversos furtos e roubos, além da suspeita de práticas de homicídios. Relembre

Recém liberto, Fabão tinha anunciado a sua liberdade nas redes sociais, onde teria proferido ameaças ao que se acredita serem destinadas a membros de uma facção rival. Numa das postagens em sua página no facebook, o jovem escreveu: “Para vocês que pensaram que iam ver minha derrota se escondam irei atrás de um por um para mostrar minha vitória, e para você que desacreditou só se esconda, tamos na pista…”


Policiais locais acionaram o Departamento de Polícia Técnica (DPT – Euclides da Cunha), para a realização da perícia, bem como a remoção do corpo para ser autopsiado. Policiais Civis de Tucano-BA já estão investigando a autoria do crime.

Fonte: Portal Alerta

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.