Cícero Dantas-BA: COELBA corta energia e deixa prefeitura e prédio do juizado especial às escuras


COMARCA DE CÍCERO DANTAS – BA. Ofício n.º 038/2018. Cícero Dantas, 18 de outubro de 2018. À Gerência local da Coelba e prepostos,  O Exm° JOSÉ DE SOUZA BRANDÃO NETTO, Juiz de Direito da Vara do Sistema dos Juizados Especiais da Comarca de Cícero Dantas, no uso de suas atribuições legais.
CONSIDERANDO que a Vara do Sistema dos Juizados da Comarca de Cícero Dantas, fica no prédio pertencente à empresa Bahiatursa, que cedeu 6 salas para o Tribunal de justiça do Estado da Bahia através do termo de cessão de uso n.º 013/2018 e processo administrativo n.º 0200170099752; CONSIDERANDO que o restante foi cedido pela empresa Bahiatursa para a Prefeitura Municipal de Cícero Dantas;  CONSIDERANDO que o Poder Judiciário é um órgão público pilar do Estado Democrático de Direito, cujos serviços prestados são essenciais à população, portanto, não podem ser interrompidos, conforme jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça; CONSIDERANDO que diante fatos ocorridos na manhã do dia  16/10/18, onde os prepostos a serviço da empresa COELBA realizaram o corte indevido de energia em pleno horário de funcionamento do JUIZADO, sem aviso qualquer aviso prévio e por dívida que não é da justiça, e mesmos alertados pelos servidores que ali se tratava de uma unidade da Justiça e que no momento estavam sendo realizadas audiências; 
RESOLVE: COMUNICAR à gerência da COELBA que estamos providenciando a desvinculação  da fiação de energia, separando a da Prefeitura  e  a do JUIZADO, com vistas  a evitar que episódios absurdos como estes não mais aconteçam, no entanto, por se tratar de unidade do PODER JUDICIÁRIO, como órgão público que presta serviço essencial à população,advirto que se o episódio se repetir, haverá responsabilidade criminal, com possibilidade de prisão, em caso de flagrante, para quem violar esta ordem judicial, nos termos do art.330 do CP. Ciência por mandado à Gerência local.  Atenciosamente, Juiz de Direito" 

Por Joilson Costa, Rádio Pombal FM.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.