Promotor de Justiça de Paulo Afonso é vítima de acidente de trânsito na BR-110

Um grave acidente de trânsito envolvendo um carro e um caminhão-pipa foi registrado na noite desta terça-feira, dia 15, na BR-110 entre os municípios de Jeremoabo-BA e Paulo Afonso-BA.

Após o acidente, imagens dos veículos envolvidos logo se espalharam nas redes sociais com a informação de que um dos ocupantes do carro tratava-se do promotor de Justiça de Paulo Afonso, Leonardo Bittencourt, do Ministério Público do Estado da Bahia.

O carro em que ele estava era conduzido por um motorista que também não se feriu gravemente. Ambos voltavam de Aracaju-SE com destino a Paulo Afonso.

Em áudio publicado num grupo de WhatsApp e enviado por um leitor do site, um homem que se identificou como primo do promotor tranquilizou os amigos e familiares:

“Pessoal boa noite, o promotor que foi acidentado é meu primo, Dr. Leonardo Bittencourt, mas está bem, inclusive estou voltando de Jeremoabo com ele e já estamos em Paulo Afonso e ele está bem, não teve nada não graças a Deus”.

A equipe do PA4 também entrou em contato com a colega e amiga do Dr. Leonardo, a também promotora de Justiça, Luciana Khoury que gentilmente atendeu ao site, confirmou a informação e ratificou o bom estado de saúde das vítimas: “Foi entre Jeremoabo e Paulo Afonso, mas graças a Deus todos estão bem. Acidente forte, mas ele está bem”, informou a promotora.

Ainda não há informações sobre as causas do acidente.

No ano passado, Dr. Leonardo também foi vítima de outro grave acidente de trânsito que o deixou afastado das funções por vários meses. Uma barra de ferro que se desvencilhou de outro veículo ficou cravada em sua cabeça. O promotor teve que passar por cirurgias e um longo tratamento médico, até se recuperar.

Com informações do PA4.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.