Suspeitos de assalto morrem após carro capotar, em Alagoinhas-BA

Dois homens suspeitos de participar de um assalto a um posto de combustíveis no bairro do Catu e uma pastelaria na rua Padre Godinho, no bairro Santa Terezinha, morreram durante fuga após capotar o veículo em que estavam e em seguida colidir com a mureta de um supermercado, na rua Doutor João Dantas, em Alagoinhas-BA.
Segundo a polícia civil, três elementos armados teriam participado do assalto a pastelaria e ao posto, um deles trajando camisa rosa e outro blusa de manga cumprida preta, encapuzados. Todos estavam a bordo do veículo Gol de cor cinza e placa NZF 6767.
De acordo com a ocorrência, a guarnição da viatura 0476 localizou o carro na primeira travessa Conselheiro Dantas, e passou a fazer o acompanhamento. Ainda segundo a polícia, os suspeitos empreenderam fuga, desobedecendo a ordem de parada, e ao chegaram na rua Doutor João Dantas aconteceu o capotamento.
Equipes do Corpo de Bombeiros e SAMU foram acionados, e ao chegarem ao local constataram o óbito de Carlos Afonso Santos, de 19 anos, e Romário Novaes dos Santos, 33, condutor do veículo. O terceiro suspeito não foi encontrado.
Parentes de Romário relataram que ele teria sido vítima de assalto, e os dois elementos teriam feito ele de refém. Nenhuma arma de fogo, drogas ou os produtos do crime foram encontrados no interior do Gol. Os corpos foram removidos e encaminhados ao IML local.
Alta Pressão

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.