Polícia prende um dos suspeitos de matar três irmãos em Ribeira do Pombal-BA

Um dos suspeitos de matar três irmãos em um bar na cidade Ribeira do Pombal, no final de semana, foi preso pela polícia nesta quarta-feira (24). Paulo Jesus dos Santos, o Paulo Ovelha, teria participado da execução de Reures dos Santos Matos, 29 anos, Cláudio José dos Santos Matos, 27, e Bruno José dos Santos Matos, 27. 
Um carro com as mesmas características semelhantes a do utilizado pelos assassinos, um Fiat Doblô, foi encontrado parcialmente incendiado.

Paulo Ovelha

Paulo Jesus dos Santos (Paulo Ovelha), 24 anos, foi preso durante uma operação policial realizada na tarde do dia 04 de janeiro do corrente ano, suspeito de ter participado de uma tentativa de homicídio na manhã do mesmo dia.

Além da tentativa de homicídio, no momento da prisão, foi encontrada uma arma de fogo de fabricação artesanal, que se encontrava no interior da casa do criminoso, que segundo a Polícia Civil integra uma facção criminosa na cidade.

Paulo ganhou a liberdade, poucos dias antes do crime bárbaro que vitimou os três irmãos no município. Outros envolvidos nas mortes são procurados. 

A Polícia Civil vem informar que a cabeça, de uma das vítimas, ora decapitada, foi encontrada no Povoado conhecido como Tabuleiro do Veríssimo, na zona rural da cidade. Por fim, as diligências estão sendo intensificadas e em breve vamos apresentar os demais autores do crime, disse um investigador da Polícia ao Portal Carlino Souza. 
A polícia local aponta que o crime pode ter relação com a rivalidade entre facções criminosas. A morte dos três irmãos pode ter ocorrido em represália à morte de um casal de namorados.  A Polícia Civil continua apurando o caso.


Da redação: Portal Carlino Souza. O Primeiro. Sempre!

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.