Olindina-BA: Bandidos armados com fuzis assaltam banco em plena luz do dia


Bandidos fortemente armados assaltaram por volta das 12h30 desta quarta-feira, 6, uma agência do Banco Bradesco do município de Olindina, a 103 quilômetros de Serrinha.

Segundo uma fonte policial, cerca de dez homens invadiram o banco encapuzados e armados com fuzis AR-15, AK-47 e 762. Eles fecharam os dois sentidos da Avenida Otavio Mangabeira e entraram na agência atirando. Câmeras de segurança registraram a ação dos criminosos.

Ainda segundo a fonte do Portal Cleriston Silva, após o assalto, os bandidos fugiram em direção ao município de Inhambupe espalhando objetos cortantes (miguelitos) na BR-110 para impedir a perseguição da polícia.

A fonte disse ainda que não há informações sobre feridos ou reféns. Também não há informações sobre a quantia levada pelos criminosos.

Guarnições da 6ª Companhia Independente da PM (CIPM/Rio Real), do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) da 21ª CIPM/Cipó e do 2º Pelotão local estão em diligências para localizar os assaltantes.

Explosão em 2015 - Em agosto de 2015, a agência do Banco do Brasil da cidade ficou completamente destruída após um grupo armado e encapuzado explodir caixas eletrônicos do local.

Durante a ação, a sede da delegacia e uma viatura da polícia foram alvejadas com disparos de fuzis. O grupo também cercou a sede do 2º Pelotão do município. Duas pessoas que passavam pelo local foram feitas reféns e foram liberadas sem ferimentos.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.