Prefeito, vice e vereadores de Adustina, Cel João Sá e Paripiranga são diplomados


A 52ª Justiça Eleitoral de Paripiranga realizou na tarde desta sexta-feira (16) a cerimônia de diplomação dos prefeitos, dos vice e dos vereadores eleitos em Adustina, Coronel João Sá e Paripiranga, para compor a legislatura 2017-2020. O evento aconteceu no fórum Ministro Francisco Dias Trindade e contou com a presença de diversas autoridades. Os eleitos tomam posse no dia 1° de janeiro de 2017.

juíza eleitoral Drª. Deborah Cabral, iniciou a cerimônia às 09h00. Em seguida, os candidatos eleitos em Adustina, começando pelo prefeito eleito, Paulo Sérgio (PSL); logo após foi a diplomação do prefeito eleito de Coronel João Sá, começando por Carlinhos Sobral (PMDB). A última diplomação foi o município de Paripiranga, o prefeito eleito Justino Neto(PV), vice-prefeito, vereadores e suplentes também foram diplomados assim como os demais municípios.

Coronel João Sá:

Ao fazer o uso da palavra, o prefeito eleito Sobral, disse que não será uma gestão fácil, tendo em vista que em 2017 haverá uma grande queda na arrecadação de recursos. "Crise é para se enfrentar. Eu irei enfrentar essa crise com trabalho, luta e dedicação". Eu estou preparado para isso", disse Sobral, diante de um grande público presente sendo ovacionado por muitas palmas.

A política acaba durante o encerramento das eleições, a partir de agora precisamos observar os projetos que beneficiam o povo. Precisamos de união, pois nossa cidade é carente de ações. Sobral também pediu aos vereadores de oposição presente na cerimônia, parceria para enfrentar os problemas, já que  os municípios estão em crise e Coronel João Sá, vive a mesma realidade.

Ao receber o seu diploma, Carlinhos Sobral se emocionou e agradeceu o apoio de familiares e amigos durante todo o percurso de seu primeiro mandato. O prefeito também aproveitou o momento para parabenizar a justiça eleitoral de Paripiranga e ao ministério público pela forma como foram conduzidas as eleições no município, forma esta que segundo ele teve a aprovação da população e a admiração de várias lideranças de outros municípios que também aprovaram a forma como foi conduzido o processo eleitoral no município.

O Resultado:

Carlinhos Sobral recebeu 5.623 votos, o que equivale 50.26% dos 11.187 votos válidos, derrotando seu principal adversário o atual prefeito José Romualdo Souza Costa(PSD).

A trajetória de um vencedor

O prefeito eleito de Adustina, Paulo Sérgio(PSL), apesar de ser radialista e ‘conversador’, resolveu poupar sua fala e fez o discurso em menor tempo possível. O Mesmo agradeceu a população adustinense pela consagradora vitória. 

Paulo lutou contra todas as forças, enfrentou ameaças de morte de um grupo político, sofreu inúmeras perseguições, abuso do poder econômico e venceu as eleições naquele município. 

Aos 17 anos de idade, Paulo iniciava sua carreira no rádio. Ao longo de sua trajetória, teve passagem pelas emissoras de rádio cidade AM em Simão Dias/SE, durante 10 anos. Aos domingos, Paulo, apresentava um programa de maior audiência na emissora Poço Verde FM durante seis (6) meses. Até hoje, são 11 anos somente na rádio Adustina FM, prestando relevantes serviços a comunidade na emissora que consagrou sua vitória.

Três vitórias consecutivas

Após grande aceitação, diversas campanhas solidarias, sócio-educativas e tamanho sucesso por onde passou, Paulo então resolveu disputar uma vaga para conselheiro Tutelar em 2007, obtendo 300 ficando na terceira colocação da disputa. Após sentir mais ainda a necessidade de defender o povo adustinense, Paulo Sérgio, disputou uma vaga na câmara de vereadores pelo PSDB quando foi eleito em quarto lugar com 726 votos, sendo em seguida destaque por sua brilhante atuação que durante os 4 anos de mandato, fiscalizou de forma rigorosa o atual prefeito derrotado Zé Aldo(PMDB). Paulo, foi autor de várias denuncias no rádio e no MP contra as mazelas da gestão peemedebista.

Para o comunicador e radialista, o sucesso sempre foi a criação da ousadia, fato esse que precisa de estudo de especialistas em marketing político. O “liso” disputou três CARGOS, e ganhou todos os três, inclusive a mais árdua e difícil, chegar a tão sonhada prefeitura, sonho e desejo de muitos, êxito para poucos. 

Vencedor na vida não é aquele que desfruta apenas de sorriso. Mas sim, aquele que aprendeu a sorrir mesmo quando tudo não esta indo bem, destaca Paulo Sérgio, ao falar do sacrifício que houve para convencer o seu próprio grupo aceitar seu nome para representar a chapa de candidato a prefeito em 2016 pela oposição. Ainda segundo Paulo, o mesmo tinha em mãos pesquisas que apontavam sua consagradora vitória e que alguns amigos, até mesmo aqueles mais próximos chegaram ao ponto de não acreditar no seu potencial e sucesso nas urnas. Os números expressivos não estavam apenas só nos dados de pesquisa e sim no verdadeiro sentimento das pessoas: MUDANÇA.

Aos 33 anos, Paulo foi eleito pelo PSL, com 4.644 votos, pela coligação  “UNIÃO, JUVENTUDE E PAZ “que tem como companheira de chapa, a vice-prefeita, Loirinha do sem Terra pelo Partido dos Trabalhadores(PT).

Em recente conversa com o radialista Carlino Souza, Paulo se diz muito grato e satisfeito com apoio que tem recebido da população, principalmente de seu maior aliado o qual tem se espelhado politicamente, Manoel Vieira de Santana (Bebé), uma figuras política conhecida pela população adustinense, um dos grandes responsáveis pela vitória, destaca Paulo.

O radialista Paulo, também não esquece o esforço dos vereadores e de seu grupo, também da parceria “firme-forte” da vice-prefeita Loirinha, o que para ele foi de fundamental importância para o êxito do grupo.

Loirinha sempre teve uma vida ativa nos grupos de jovens ligado à igreja.
Ela ingressou no movimento social Pastoral Rural aos 20 anos de idade, onde permanece até hoje. 

Lorinha defende a luta dos pequenos, por terra e igualdade social perante a sociedade. Apaixonada pelo que faz e de vê tanta injustiça na sua região com os menos favorecidos, ela resolve entrar na política a pedido de amigos. No início ela tinha pretensões em ser candidata a vereadora, más com o desenrolar das questões políticas aceitou o convite em disputar o cargo de vice-prefeita ao lodo do candidato, Paulo Sérgio no qual saíram vitoriosos neste pleito.

Diplomação

A diplomação é o último ato do processo eleitoral administrativo, em que a Justiça entrega um título ao candidato atestando que ele foi efetivamente eleito pelo povo. Porém, isso não significa necessariamente que o eleito tomará posse.

VEJA ALGUMAS FOTOS:














VEJA ABAIXO OS VEREADORES ELEITOS EM ADUSTINA, CEL JOÃO SÁ E PARIPIRANGA




Comentarista e analista Político: Carlino Souza -  Fotos: Vânia Souza 

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.