Jeremoabo-BA: Anabel de Tista perdeu por 7X0

Na terça-feira, 6 de dezembro 2016, o TRE julgou procedente a representação contra Anabel que teve seu registro de candidatura cassado por caracterizar terceiro mandato. O resultado foi sete votos a zero pela manutenção do indeferimento da candidatura da mesma, conforme decisão da justiça eleitoral da comarca. Os advogados da prefeita já apresentaram recurso junto ao TRE. 

De acordo com Dr. Arquimedes, a matéria ainda será apreciada no mínimo em mais uma audiência no TRE-Bahia e caso não obtenha êxito no recurso, a matéria seguirá finalmente para o TSE, em Brasília (DF). No caso em tela, é notório que Anabel não terá tempo hábil de reverter imbróglio até a data da diplomação.

Como consequência ela não será diplomada e não assumirá o cargo em 1º de janeiro. Nesse cenário, o presidente da Câmara que for eleito deverá assumir o cargo de prefeito até que saia uma decisão da justiça. 

Panorama: Anabel de Tista venceu as eleições com 1006 votos de diferença. Ela obteve uma votação de 10.734 votos representando (51,99%). O candidato derrotado, Derivado Jose dos Santos, mais conhecido como “Derí do Paloma”, obteve 9.728 votos (47,05%). 

Do site do Bob Charles, com redação de Luiz Brito.


Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!
Facebook.com/BlogdoCarlinoSouza






Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.