Romualdo amarga derrota em Coronel João Sá-BA


Poderia ser uma vitória esmagadora para o grupo do atual prefeito Romualdo, mas as eleições em Coronel João Sá, mostraram que os anos de governo acabou se desgastando com o passar do tempo.  

Após abandonar, desprezar e virar as costas para os seus amigos, correligionários e eleitores, Romualdo experimenta o verdadeiro sabor da derrota. A arrogância, falta de consideração e respeito com parte dos membros do grupo, foi um dos principais fatores o qual culminou sua derrota nas urnas.

IMPRUDENTE E ARROGANTE! 

O Palco da demagogia e das promessas categóricas, fez com que Romualdo jogasse de todas as formas e se virar nos “30” para tentar se salvar. O gestor chegou a fazer o uso da máquina pública, cometeu abuso de poder econômico dentre outros. Sua derrota, porém, foi irreversível.

Com o passar dos anos, o tempo consegui derrotar Romualdo e seus medíocres projetos. O atual prefeito de Coronel João Sá, é um político daqueles que se imaginam deuses intocáveis e imbatíveis.  O “troféu da decadência política” também se deve à falta de equilíbrio, uma vez que Romualdo chegou a ofender a toda população em seu último comício realizado em praça pública de Cel João Sá.

Em discurso que marcou o naufrágio de Romualdo, o gestor mostrou total desespero e falta de respeito com a população e com todos seus eleitores ao dizer em alto tom: “Quem manda nessa porcaria é nois, e depois de nois é nois de novo", disse o prefeito Romualdo Souza Costa(PSD) em pleno comício.

A partir do momento em que um político ingressa na carreira política, torna-se um prisioneiro dos labirintos da ambição – quanto mais tem, mais quer. Assim pode se definir as atitudes do atual gestor, Romualdo Souza Costa e parte dos seus aliados, que há cerca de quatro anos vinham humilhando, perseguindo de forma rigorosa aqueles que se oponham contra o seu projeto político.

Por telefone, um vereador aliado, muito próximo à Romualdo, justificou que a atitude desesperada, de Romualdo chamar a cidade de Cel João Sá, de porcaria, teria causado muita indignação e revolta quando o gestor fez uma grave ofensa ao povo de sua terra. Um gestor que intitulou a cidade como 'porcaria', não merecia e nem merece, a consideração; o respeito e o voto de seus munícipes, concluiu o vereador.

A APURAÇÃO:

Carlinhos Sobral, acompanhou a apuração dos votos ao de sua mãe, dona Fátima Sobral; do vice Deval de Zé de Caçula e de boa parte dos eleitores que estavam aguardando com muita ansiedade o resultado das urnas. Durante todo momento ele permaneceu-se tenso, ansioso a cada resultado obtido.

Com uma disputa bem mais acirrada comparada as eleições de 2012, Carlinhos Sobral(PMDB) venceu o seu oponente Romualdo (PSD), com uma diferença de 59 votos, transformando o pleito em uma das mais disputadas do Nordeste.

A População de Coronel João Sá, continuará vigilante de seus políticos e representantes. Gestor e vereador que não fizer ou desempenhar bem o seu papel poderá ser cobrado nos próximos quatro anos.

Da redação, Blog do Carlino Souza

Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.