Fátima-BA: após pedido de impugnação, Sorria mantém candidatura e comemora novas adesões

A coligação Unidos para o bem de Fátima, dos partidos PT, PTB, PSL, PSC, PTN e PSD, liderada pelo candidato a prefeito Binho de Alfredo, entrou com pedido de impugnação da candidatura a prefeito de Manoel Missias, o Sorria, da coligação Trabalho, seriedade e compromisso, integrada pelos partidos: PP, PDT, PR, PPS, PSDB e PC do B. A impugnação encaminhada ao Juiz Eleitoral da 82ª Zona, comarca de Cícero Dantas/BA.

Ao tomar conhecimento do quadro político do Município de Fátima/BA, o Blog Carlino Souza, procurou o candidato Manoel Missias(PP), logo após, assessoria jurídica da coligação para obter maiores informações a fim de esclarecer os fatos e comentários que vem ocorrendo no município e publicado em redes socias, blogs e etc,. Diante do pedido de impugnação, a coordenação politica afirma que a candidatura de Manoel Missias(PP) continuará mantida e que o candidato tem ganhado novas adesões a cada momento, mesmo após falso noticiário.

O grupo de Sorria, ainda repudia e lamenta o fato por alguns Blogs da região estarem publicando notícias inverídicas e de cunho duvidoso, que visa tão somente manchar sua imagem perante uma campanha limpa e transparente. Em nota a coordenação diz que os fundamentos de pedido de impugnação não prosperam, uma vez que o parecer do TCM, é apenas opinativo quanto à aprovação ou rejeição das contas, cabendo aos vereadores à decisão de aprovar ou rejeitá-las, no presente caso o candidato Manoel Missias teve suas contas aprovadas pela Câmara Legislativa.

A Assessoria jurídica do candidato, informou que foram notificados ontem(23/08) sobre o pedido de impugnação apresentado pela coligação “Unidos para o Bem de Fátima” e que já estão elaborando a defesa para ser apresentado dentro prazo legal. Esclarece que os argumentos utilizados pela coligação adversaria são completamente infundadas e não são causas de inelegibilidade na forma prevista na Lei complementar 64/90, sobretudo após o noticiado julgamento do (STF) Supremo Tribunal Federal, corrido no último dia (10/08) do corrente ano.
Neste sentido, informa aos eleitores que têm certeza da situação de elegibilidade do candidato, Manoel Missias(PP).

Na oportunidade, A assessoria Jurídica acredita que a oposição usa de mecanismo das redes sociais para deixar os eleitores inseguros e confusos. O primeiro caso foi à publicação de uma pesquisa supostamente falsa, sem o devido registro e divulgada nas redes sociais, onde o setor Jurídico representou judicialmente e teve seu pedido liminarmente deferido, pelo juiz Dr. José de Souza Brandão Netto, que determinou: “Defiro o pedido de tutela de urgência determino a imediata exclusão da suposta pesquisa eleitoral do perfil do representando no Facebook e de qualquer rede social, blogs, etc, devendo ser substituída por mensagem informativa da ausência de pesquisa eleitoral do presente pleito” sendo fixada multa diária no valor de R$ 2 mil por dia em caso de descumprimento.

Da redação, Blog do Carlino Souza – O primeiro. Sempre!


Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!
Twitter.com/CarlinoSouza

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.