Além de galã, fenômeno e o rei do forró, Wesley Safadão também dorme com a fama de caloteiro

Wesley Safadão, dono de um dos cachês mais altos do mundo da música,possui bens materiais de luxo, que conquistou através de sua longa carreira no "Garota Safada" e, agora, em carreira solo. Porém, o cantor de forró, que fatura cerca de R$ 12 milhões por mês em shows e contratos publicitários, está sendo acusado de dar calote de R$ 1,5 milhões na compra de um automóvel.
O jornalista Felipeh Campos, que causou polêmica durante sua participação na "Fazenda 7 ", publicou em seu perfil do Instagram uma foto com a cópia do documento do mandato de citação do Juíz de Direito da 2° Vara Cível da comarca de Fortaleza, o Dr. Fernando César Barbosa de Sousa, informando a dívida do artista.
A justiça cearense expediu o mandato de busca e apreensão contra os bens de Safadão. Caso o cantor não acerte a dívida, ele terá suas contas bloqueadas e poderá responder judicialmente. O Purepeople entrou em contato com a assessoria do cantor que afirmou não ter conhecimento do documento.
Cantor é disputado por dois especiais de final de ano na TV Globo
Cotado para a edição deste ano do "Dança dos Famosos", Wesley Safadão virou alvo de disputa de dois especiais de final de ano da TV Globo. A emissora quer que o artista grave o "Show da Virada", a ser exibido em 31 de dezembro, e faça também a contagem regressiva para a chegada de 2017. Isso porque o músico ficou de fora da atração em 2015.
(Por Rahabe Barros)
Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.