Radialista é sequestrada e tem boca e mãos coladas com “Super Bonder”

Uma radialista do estado da Paraíba,  identificada como Elaine Trezena, foi sequestrada na noite desta segunda-feira, 18 e teve a boca, mãos e pés coladas com cola adesiva do tipo “Super Bonder. O crime ocorreu no município de Sumé, no bairro de Várzea Redonda.
De acordo com sites da região, a vítima estava em uma motocicleta, quando foi perseguida por dois criminosos a bordo de outra moto. Elaine foi levada a força em direção à estrada de São José dos Cordeiros.
Segundo informações da polícia, no último domingo, Elaine teria sofrido uma tentativa de assalto, quando estava na casa da mãe. Um homem armado com um punhal teria invadido o imóvel a procura de dinheiro e a agrediu puxando seus cabelos. A jovem conseguiu se trancar em um dos quartos da casa e o criminoso fugiu sem levar nada. Uma irmã da vítima revelou que tentaram, por duas vezes, registrar Boletim de Ocorrência, mas a delegacia da cidade estava fechada.
Durante o sequestro, de acordo com o relato de Elaine, um dos criminosos lhe acusou de “falar demais” e o ato seria um aviso para que a mesma não ousasse denunciá-lo. A jovem conseguiu ligar para um parente e informou com dificuldades na fala o lugar em que estava, vindo a ser socorrida rapidamente pela polícia.
A vítima foi levada para o hospital da cidade e passa bem.
Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.