Prefeito cai de ponte que prometeu terminar de construir, mas não cumpriu

  • Carro acidentado do prefeito de Codó (MA), Zito Rolim. Ele não percebeu que a ponte tinha caído - e que sua administração tinha de ter consertado
    Carro acidentado do prefeito de Codó (MA), Zito Rolim. Ele não percebeu que a ponte tinha caído e que sua administração tinha de ter consertado.
A ponte caiu e não foi consertada. E a falta de manutenção acabou por vitimar o próprio prefeito da cidade. Zito Rolim (PV), prefeito de Codó (a 290 km de São Luís, no Maranhão), guiava sua caminhonete nesta terça-feira (3) por uma estrada vicinal no distrito de Amparo quando caiu em uma vala onde a ponte, desmoronada, não tinha sido reparada.
Rolim teve alta nesta quarta-feira (4) de um hospital particular de Teresina, noPiauí, após ficar dois dias em observação. Segundo nota da prefeitura, o prefeito passou por exames em Codó que não identificaram problemas graves. Mesmo assim, seguiu para para um hospital de Teresina por conta de uma pancada que sofreu na região do tórax.
Segundo apurou o UOL, o acidente ocorreu em uma estrada vicinal em um trecho que deveria ter ao menos quatro pontes --todas estão interditadas para recuperação.
De acordo com um morador da cidade, que não quis se identificar, as pontes estão interditadas desde o primeiro semestre, e os serviços de reparo não foram iniciados. 
A prefeitura, em nota, informou que a queda do veículo do prefeito ocorreu em uma "ribanceira por conta da pouca visibilidade no local, além da poeira na estrada".
No local também não havia sinalização. O mesmo morador contou que, no local onde o prefeito passou, o tráfego foi desviado. "Só que ele estava trafegando de madrugada e não percebeu o desvio e não viu que não tinha mais ponte."
Segundo o secretário de Infraestrutura de Codó, Márcio Esmero, há falha de sinalização no local, fato que teria contribuído para o acidente. Ele negou que a obra esteja parada. "É um convênio entre a prefeitura e o governo do Estado. A obra está em andamento. O erro foi a sinalização ineficaz da empresa na obra. Foi uma fatalidade."
O secretário informou ainda que as obras incluem seis pontes na região em um trecho de 53 quilômetros. Não soube informar, no entanto, qual o prazo de conclusão dos reparos. "Tivemos uma reunião com representantes da empresa prestadora de serviços, que  se comprometeu a acelerar as obras e melhorar a sinalização nos locais."
Correio Codoense

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo InstagramTwitter™ e pelo Facebook

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.