Cerca de 180 municípios baianos estão com salários atrasados e não devem pagar o 13°

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.YvISG6m6xK
Os 300 prefeitos baianos que estão reunidos nesta sexta-feira (18) em um resort de luxo localizado em Guarajuba, no Litoral Norte, confirmaram que os municípios não devem dispor de verba para pagar o décimo terceiro salário dos servidores por causa da queda na arrecadação. A presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria (PSB), afirmou à rádio BandNews FM, que mais de 45% das prefeituras estão com salários atrasados. “Mais de dez estados já estão parcelando a folha de pagamento mensal. Se os estados, que tem maior parte do bolo tributário, já estão com déficit no pagamento de folha, imagine os municípios?”. Com relação ao fato do evento ocorrer em uma estrutura de alto padrão em um momento de crise, a mandatária da UPB ressaltou que o custo é coberto pelos patrocinadores, dentre eles bancos privados e empresas que montaram stands para oferecerem serviços. Aos gestores municipais, de acordo com Quitéria, coube, apenas, um “pagamento simbólico”. Entre os financiadores do evento estão nove instituições públicas.


(BN)

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo InstagramTwitter™ e pelo Facebook

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.