Baterista da banda Cavalo de Pau morre em acidente de carro na BR-116

De acordo com o site “Diário do Forró”, o acidente aconteceu na BR 116, no município de Horizonte no estado do Ceará.

BateristaA banda de forró Cavalo de Pau divulgou, em seu Facebook, nesta segunda-feira (13), que o baterista do grupo, Adriano Sousa da Silva, faleceu em um acidente de carro. “Luto. Com imensa tristeza informamos que perdemos o nosso baterista. Adriano faleceu ontem (12) no início da noite em decorrência de um acidente de carro. Nós da família Somzoom estamos de luto e deixamos essa imagem homenageando o grande músico que fez parte do Cavalo de Pau, contagiando todos com sua alegria”, escreveram.

De acordo com o site “Diário do Forró”, o acidente aconteceu na BR 116, no município de Horizonte no estado do Ceará. O automóvel guiado pelo músico colidiu gravemente com um poste elétrico e o músico teve morte instantânea. O baterista tinha 29 anos e começou sua carreira fazendo parte da banda do cantor Luizinho de Irauçuba. Atualmente, o rapaz integrava o Forró Cavalo de Pau. O acidente será investigado pela polícia da região, porém, de acordo com a página “Plantão de Polícia – Horizonte e Região”, Adriano trazia em um dos seus bolsos, um bilhete com um nome e número de uma mulher, solicitando para que ela fosse avisada sobre o acidente, levando os investigadores a cogitar a hipótese de suicídio. 
Com informações do Bahia Notícias.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.