Opinião de um cidadão Joaosaense




Amigo Carlino Souza,

Tudo em paz contigo nobre e corajoso amigo?
Carlino antes quero pedir a manutenção do meu anonimato por saber que posso correr certos riscos de represálias diante da situação que venho nesse momento lhe relatar para que possa denunciar no seu conceituado e respeitado site.

Mesmo sabendo que mora no Sitio do Quinto, sei da sua condição de naturalidade joaosaense e como tal tenho certeza que ainda cultiva amor por sua terra natal e em nome desse amor deseja desenvolvimento para todos que aqui residem.

Sabidos por todos, possuímos hoje uma das mais caras obras do governo federal que é a barragem do Gasparino. Esta tem como priori a função de perenizar o rio vaza barris e proporcionar vida ao sofrido povo sertanejo com a possibilidade de irrigação, piscicultura dentre outras inúmeras atividades oriundas do advento das aguas. O problema nobre e valente comunicador é que algo realmente necessita ser feito para que essas benfeitorias não fiquem apenas em mãos poderosas e tão pouco barganhas politicas. O vaza barris como deve ser do seu conhecimento é um rio perene, rio que não seca com a ausência de chuvas. Nasce em Uauá e desagua no Mosqueiro-Se,  perfazendo um total de cerca de 450 km que deveriam levar sustento e esperança a todos. De maneira estarrecedora, desde janeiro do ano de 2012, o rio vaza barris secou. Depois de muitas especulações, por volta do mês de julho de 2012, tivemos na nossa região a presença do Exercito brasileiro que ao percorrer o leito seco do rio em direção a Jeremoabo, encontra ao menos 3 barramentos irregulares de tamanho substancial. Ao que se sabe são pessoas poderosas que ganham rios de dinheiro a custa de cultura irrigada de coco e pecuária. Nesse mesmo mês, julho, o exercito dinamitou os represamentos e as águas voltaram a correr no leito antes seco. Para espanto, num curto espaço de dias, o rio volta a secar e se comprova que os grandes e poderosos fazendeiros refizeram a ação que perdura ate os dias atuais. Por outro lado, recentemente tivemos uma certa quantidade de chuvas na nossa região há cerca de 1 mês atrás, chuva esta que deu um ar de esperança para aqueles que sofrem com o flagelo da seca provocada por esses absurdos. A barragem do Gasparino, obra com finalidade maior de perenizar o rio, acumula hoje um espelho de mais de 4km de água  porem, para nossa desolação, fecharam as comportas e as águas que serviriam para enfim se por fim ao sofrimento provocado pela pior seca de toda a historia da nossa região, se encontra fechada e deixando o leito seco gerando miséria e desalento. Segundo a atual administração, o controle desta barragem deve passar ao Estado, sendo mais preciso a CERB ainda nesse mês de fevereiro e por conta desta transição tudo esta trancado, esquecendo que isso se trata de um crime ambiental por conta de represar algo que não pertence ao poder publico e sim a União. O fato em questão Carlino, é que alguma bandeira necessita ser erguida em nome desta causa para que enfim a prosperidade reine sobre esse sofrido povo. Clamo pela tua voz e poder de fazer a noticia correr e chegar a quem de direito, que se possa começar uma campanha para não somente dissolver as represas irregulares de Jeremoabo, bem como garantir ao povo a abertura mínima obrigada por lei das comportas da barragem a fim de que se possa manter o curso da água e garantir prosperidade e sustento a todos. Acredito que temos todos que estarem atentos a essas questões fundamentais ao nosso desenvolvimento. Conclamo que devemos cobrar ao estado não somente a abertura mínima da vazão das comportas como providencia contra aqueles que se julgam acima do bem e do mal para realizar ações que apenas os beneficiam deixando a todos na lastimável situação de miséria.

Desde já agradeço a sua atenção e me sentiria feliz se fizesse do meu lamento uma bandeira de prosperidade de dias melhores a todos.

Forte abraço,
Fica em paz meu amigo que espero ainda reencontrar em muitos palanques com sua brilhante e contagiante voz.

Um joaosaeense

Evie agora mesmo seu E-mail: contato@carlinosouza.com.br ou imprensa.carlinosouza@hotmail.com

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.