segunda-feira, 23 de maio de 2016

Tiroteio durante show de Cavaleiros deixa uma pessoa morta e 6 feridos em Carira-SE

Os músicos sairam correndo no momento dos tiros.

Uma pessoa morreu e outras seis ficaram feridas durante um tiroteio que ocorreu na madrugada deste domingo, 22, durante a XXIII Festa do Vaqueiro do município de Carira. Segundo a polícia, Leandro Porto da Silva, 30 anos, veio à óbito e as demais vítimas foram socorridas ao hospital.
De acordo com informações passadas pelo tenente George Xavier, comandante da 2ª Companhia do 3º Batalhão de Carira, a polícia foi acionada para a ocorrência por pessoas que estavam na festa. “Estávamos no entorno da festa desde o princípio, e em um dado momento em que uma banda de forró estava se apresentando, houve uma correria e um tumulto generalizado. A praça estava lotada e recebemos a informação de que alguém estava atirando. Havia gente correndo por todos os lados e nos deslocamos ao centro da praça e identificamos pessoas atingidas e prestamos socorro às vítimas”, conta.
Foto: Leitor Assíduo do Blog Carlino Souza
Ainda segundo o comandante, a vítima que veio a óbito já passou pelo sistema prisional. “Um indivíduo desconhecido se aproveitou da multidão para praticar o crime contra o desafeto por vingança. Leandro Porto da Silva conhecido por Leo, é egresso do sistema prisional, suspeito de tráfico, assalto e homicídio. Ele estava em liberdade há quatro meses e nesse período se envolveu em uma confusão e atirou em um dos desafetos. Nisso, levanta-se a hipótese de que a pessoa veio se vingar”, diz.
Ao ser indagado sobre como um homem armado conseguiu adentrar na festa, o comandante afirmou não saber, já que a PM realiza apenas o patrulhamento no entorno da área da festa, sendo de responsabilidade de uma empresa privada, realizar a segurança dentro do evento.
No Instituto Médico Legal (IML), a informação passada é de que o corpo da vítima já foi liberado por familiares.
As diligências permanecem no intuito de prender o suspeito de ter realizado os tiros, mas até o momento ninguém foi preso.
Prefeitura

Por meio de uma rede social, a Prefeitura Municipal de Carira diz que o prefeito Diogo Machado, informa que a XXIII Festa do Vaqueiro está cancelada.
"O Prefeito Municipal de Carira, Diogo Machado, lamenta informar, que a XXIII Festa do Vaqueiro esta cancelada. Por motivo de ter havido uma Fatalidade na Cidade, culminando com a morte de uma pessoa, apos ter sido alvejada a tiros.
Em respeito a família da vitima, e ao estado emocional dos Munícipes, o Prefeito Diogo Machado decidiu por cancelar o evento.
Esclarece que todas as medidas preventivas de segurança, foram asseguradas, haja visto que estava presente, um efetivo policial de 20 policial Militares, e mais 40 seguranças particulares. Ao tempo em que pede a compreensão de todos", diz a nota.
Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!

domingo, 22 de maio de 2016

Polícia Militar flagra traficante com 11 sacos de maconha em Senhor do Bonfim-BA

Policiais do 6ª Batalhão e da CIPE – Caatinga prenderam Adalberto Araújo de Souza Filho, de 40 anos, em uma estrada que dá acesso ao Povoado de Tijuaçu, em Senhor do Bonfim, na madrugada deste sábado (21). O suspeito ainda tentou fugir do cerco policial empreendendo fuga, mas foi alcançado após colidir um veículo Strada. Com ele, foram encontrados 11 sacos grandes de maconha prensada. Adalberto é apontado como um dos maiores fornecedores de drogas de Filadélfia e Senhor do Bonfim. O marginal foi socorrido para o hospital, onde recebeu os primeiros atendimentos e depois encaminhado para a delegacia.

Informebaiano

Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!

sábado, 21 de maio de 2016

"Nal Cambão" Jovem é morto com cinco tiros de escopeta em Euclides da Cunha-BA

Policiais experientes não têm dúvida de que o homicídio praticado na noite desta sexta-feira (20), em Euclides da Cunha BA, tem muito a ver com o comércio de drogas na cidade e região, haja vista a forma como fora praticado e a quantidade de maconha encontrada junto ao corpo de Juvenal Batista dos Santos, vulgo “Nal”, com registro de passagem pela 1ª DT/Euclides da Cunha (B.O.), por agressão praticada contra a mulher.
É do conhecimento das autoridades policiais, que Nal atuava na venda de drogas, desde que o irmão Neném, que comercializava entorpecente nas áreas a partir da localidade conhecida como “baixa dos cambões”, Casas Populares (Urbis), Jardim das Acácias, bairro Nova América, se evadiu de Euclides da Cunha, para fugir da polícia que o caçava. 
Neném costumava ficar deitado em uma rede armada entre arvoredos atrás do Estádio Municipal, onde atendia à clientela usuária de drogas, até ser descoberto por uma equipe da Polícia Civil, mas conseguiu evadir-se correndo por dentro do mato, enquanto alguns usuários que frequentavam o local haviam sido detidos e conduzidos para a 1ª DT. 
Na noite de ontem, por volta das 20h, o plantão da 1ª DT/Euclides da Cunha foi informado por familiares, que pessoalmente se dirigiram àquela delegacia de polícia para informar o homicídio que acabara de acontecer na ‘baixa dos cambões’, localidade da Fazenda Gaspar, perímetro urbano da BR 116/Norte (Santos Dumont), a pouco mais de 1km do centro da cidade e próximo do Complexo Policial Civil de Euclides da Cunha.
Uma equipe foi deslocada para o local do crime e constatou que Nal havia sido executado a tiros de arma de fogo longa, provavelmente escopeta, diante do aspecto e ferimentos em que se encontravam as partes afetadas pelos disparos (tórax e rosto), provavelmente dois, e não cinco, conforme fora informado inicialmente, em primeira mão, pelo plantão do site euclidesdacunha.com, por volta das 21h, da noite do crime.
Suspeita-se que a vítima, que se encontrava em casa na hora do crime, fora chamada ou atraída para fora de casa, por alguém que o conhecia, com uma proposta de comprar, pagar ou vender drogas. A princípio, há informação de que dois elementos em uma motocicleta, não identificados, haviam participado do crime.
Feito o levantamento cadavérico, o corpo foi recolhido ao IML de Euclides da Cunha, onde passará por necropsia e posteriormente liberado aos familiares para sepultamento. 

Euclides da Cunha.com


Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!
Twitter.com/CarlinoSouza

Jovem foi preso e menor detido após assalto a bar em Coronel João Sá-BA

Um jovem foi preso e um menor apreendido depois de assaltar clientes de um bar no povoado Furtuna, zona rural de Coronel João Sá- BA, na noite desta sexta-feira (20), por volta de 19 horas. Os suspeitos fizeram um arrastão no estabelecimento, porém, momentos depois, foram detidos pela Polícia Militar.
Foram eles: Edvaldo de Jesus Rodrigues,18 anos e o menor J., 16 anos, ambos moradores da cidade de Carira/SE.
De acordo com o relato das vítimas, os jovens entraram no estabelecimento com uma arma na mão e renderam o proprietário e clientes. Em seguida roubaram os pertences das vítimas. Após a ação, fugiram por uma estrada vicinal que liga os povoados Furtuna e Carira.
Uma guarnição da PM foi acionada e com base nas informações prestadas pelas vítimas, realizou buscas pelos suspeitos que foram localizados. Com a dupla, a PM apreendeu uma espingarda cal. 12 e recuperou os pertences das vítimas.
Todo material foi apreendido e os jovens foram encaminhados para a Delegacia de Polícia da cidade, onde foram tomadas as proviências cabíveis.
Fotos e informações: Chico Sabetudo

Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!
Twitter.com/CarlinoSouza

Ex-prefeito de Itaberaba morre depois de sofrer acidente ao fugir de assalto

Morreu no Hospital da Bahia, nesta sexta-feira (20), o empresário e ex-prefeito de Itaberaba, Jadiel Almeida Mascarenhas. De acordo com matéria do site Jornal da Chapada, ele foi vítima de um acidente de trânsito em 29 de abril, quando tentava fugir de um assalto. O ex-gestor municipal foi atendido inicialmente em uma unidade de saúde de Itaberaba e em seguida o político foi levado para o Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana, onde passou por cirurgias, vindo para Salvador em 1º de maio.
Jadiel tinha 62 anos, era casado com Maria Cristina, e deixa três filhos e dois netos. Ele chegou a se eleger prefeito em 2000, sendo empossado em 1º de janeiro de 2001. Em 2008, nas eleições municipais, 72 horas antes do pleito eleitoral, Jadiel mudou a chapa apresentando seu irmão João Almeida Mascarenhas Filho como candidato a prefeito e Alexandre Mascarenhas, seu filho, vice-prefeito, saindo assim vitoriosos com uma diferença de 2.539 para o segundo colocado. Jadiel ainda foi candidato a deputado estadual, mas não foi eleito.
BN
Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Prefeitura de Adustina(BA) não convoca aprovados em concurso e paga R$ 320 mil por show de Luan Santana

Prefeitura de Adustina-BA, não convoca aprovados em concurso. GESTÃO preenche vagas com cargos comissionados e paga R$ 320 mil por 01h:30min de APRESENTAÇÃO do cantor Luan Santana. 

O CACHÊ DA PESADA Parte II…

É estarrecedor a forma como vem sendo administrado o pequeno município de Adustina/BA, a 385 Km da capital baiana. Em menos de cinco(5) meses o prefeito José Aldo(PMDB), torrou dos cofres públicos mais R$ 850 mil com a realização de “festas” conforme consta no Diário Oficial da prefeitura. A farra do dinheiro público não para por aí... E tome festas e mais festas. 

A Prefeitura de Adustina, desembolsou R$ 320 mil para que o cantor sertanejo Luan Santana seja uma das atrações do evento da festa dos Tratoristas. Um grande público é esperado no evento, uma vez que o mesmo é gratuito.

A informação foi publicada no Diário Oficial do município, no dia 12 de maio de 2016.

No site do cantor LUAN SANTANA, já é possível ver a confirmação da atração, que ocorrerá em 31 de maio de 2016, data em que o município comemora a festa dos tratoristas. A festa é o evento mais tradicional e importante do calendário de festas do município. 

Completam a grade de atrações os cantores: Gil Duarte O Mourão, Ronny e Banda e Leandro o Fera da Pisadinha.

O custo com a contratação do show de Luan Santana é um pouco inferior ao gasto TOTAL que a prefeitura gastou no início do ano com os cachês de todos os artistas que se apresentaram nos palcos no mês de janeiro. 

CRISE?

Enquanto Luan Santana, enche os bolsos de dinheiro, o município de Adustina, tem várias obras inacabadas a exemplo da praça de eventos. O Prefeito José Aldo, anunciou entrega da praça de Eventos para inicio de (Janeiro) depois adiou para (maio). Está obra deveria ser inaugurada com o show do sertanejo  Luan Santana, caso a mesma estivesse concluída, essa era a expectativa da gestão.

A Obra está paralisada por falta de recursos e vem se arrastando a meses sem prazo para conclusão. Outro problema que envergonha a gestão é que quem visita a cidade precisa haver no mínimo o cuidado para não cair em buracos que estão por quase todas as parte seja na entrada e saída da cidade.  

O prefeito José Aldo(PMDB), tem sido destaque na região por fazer farra com o dinheiro público, ao que tudo indica que o ele irá concluir o mandato sem entregar nenhuma obra inaugurada dentro do prazo, inclusive a praça de eventos. "Ele vai finalizar o mandado e não vai inaugurar uma obra", dispara um leitor assíduo do Blog Carlino Souza.

Dinheiro para contratação de artistas nacionais tem de "sobra". Festas e farras e o que não falta na gestão do prefeito peemedebista, mas para terminar obras inacabadas, iniciadas por ele, não tem recursos, lamentável. 

Outra reclamação constante é que o prefeito José Aldo, está sempre ausente do município mesmo em período de ano eleitoral. Gestor vive sempre a reclamar demais e se queixar do governo Federal.  Pior que as ações do Governo Federal é o gestor de um pequeno município "torrar" dos cofres públicos, mais de R$ 320 mil em aproximadamente, 01h:30min para apresentação de um cantor sertanejo. 

Além da péssima infraestrutura das ruas e avenidas, outro setor precário é o da Saúde. Quem adoece nos dias de segunda-feira, terça-feira e quarta-feira tem atendimento médicos pois há profissionais no plantão. Já nos dias de quinta-feira, sexta-feira, sábado e domingo não há médicos plantonistas. O cidadão precisa procurar socorro nas cidades mais próximas, em casos mais graves pacientes devem ser levados para Antas/BA ou Aracaju/SE. 

A Falta de medicamentos na farmácia do povo é um assunto que tem preocupado vereadores, pois os reclames vem sendo cada vez mais constantes. Com a pressão popular os vereadores de oposição e situação sofrem cobranças. 

Por se tratar de ano de eleição, o prefeito José Aldo, que não é “bobo” não iria perder a oportunidade de querer usar as tradicionais festividades do município como palanque para que ele possa se reeleger fazendo promoção pessoal.  


Prefeitura não convoca aprovados em concurso 
e preenche vagas com cargos comissionados e contratados. 


A prefeitura de Adustina, realizou concurso público em dezembro do ano passado(2015) quando abriu, 70 vagas efetivas para profissionais de todos os níveis de escolaridade, com ganhos mensais de R$ 788,00 a R$ 10.000,00, em cumprimento a jornada de 8 a 40 horas por semana. O valor para inscrição deste último concurso custou entre R$ 35 à 80.

A realização deste concurso só foi possível por conta de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC)Ainda no TAC foi definido que a Prefeitura deveria realizar, em no máximo seis meses, concurso público destinado à contratação de professor com especialização em braile, nomeando-o no prazo de 30 dias após a homologação do certame ou, alternativamente, capacitar professor do quadro com o fim de promover o ensino de braile. Porém após concurso realizado, algumas dessas pessoas foram contratadas temporariamente e efetivadas sem aprovação no concurso, alegou um dos aprovados no último concurso do município durante uma entrevista numa rádio em Sergipe. "Algumas pessoas fizeram a prova e obtiveram aprovação. Outras tiveram colocação fora do número de vagas e mesmo assim passaram para o quadro efetivo da prefeitura, explicou um aprovado no concurso através de uma entrevista em uma emissora de rádio.


Sabendo disso a comissão de aprovados do concurso público realizado em 2015, entraram com uma ação na justiça contra administração do prefeito José Aldo. Os aprovados cobram e reivindicam a homologação e convocação. Enquanto os aprovados não são chamados para tomar posse de seus cargos, muitos decidiram buscam na justiça o direito, outros continuam assistindo suas vagas serem ocupadas por cargos de confiança. Nos últimos meses o gestor tem contratado correligionários e não tem convocado os aprovados nos concurso.

Enquanto aprovados no concurso, tem vivido nos últimos meses uma “celeuma dos diabos", José Aldo, faz vista grossa e tenta subestimar a inteligência da população com farras e festas. O mesmo vem buscando vitória nas urnas realizando grandes eventos e promoção de cargos para seus correligionários e amigos mais próximos. 

O que vem causando revolta e certa indignação e o simples fato de que os aprovados no concurso tem procurado diálogo com o gestor, mais só têm encontrado dificuldades quando o mesmo não é encontrado na prefeitura. “Sempre somos atendidos por terceiros e além do mais, eles vêm com cada conversa afiada” relata um cidadão aprovado no concurso.

Em 2007 também houve indícios de irregularidades na convocação de concursados na gestão do atual prefeito José Aldo. Pessoas da própria organização do concurso passaram na prova em primeiro lugar. Familiares do prefeito e pessoas mais próximas também obtiveram melhor pontuação e foram aprovadas naquela época disse um guarda municipal recém aprovado no concurso. A declaração foi através de uma entrevista na radio Tropical FM de Simão Dias/SE.

Da redação, Blog do Carlino Souza. O Primeiro. Sempre!


Foto: Rodrygo Ferraz


Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!
Twitter.com/CarlinoSouza



Janeiro... Maio...

Bem vindo à Adustina/BA


Bem vindo à Adustina/BA

Ribeira do Pombal-BA: prefeito Ricardo Maia é punido por superfaturar contrato de transporte escolar

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta quinta-feira (19/05), determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o prefeito de Ribeira do Pombal, Ricardo Maia Chaves de Souza, para apuração de eventual prática de improbidade administrativa em razão de irregularidades nos procedimentos licitatórios realizados para contratação de serviço de transporte escolar e superfaturamento no valor pago. O relator do parecer, conselheiro Fernando Vita, também determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$ 759.886,35, com recursos pessoais, e aplicou multa no valor de R$ 40 mil.

A relatoria apurou a existência de irregularidades formais nos procedimentos licitatórios, como a publicação fora do prazo de ato de retificação da dispensa, e comprovou que a empresa contratada atuou como mera intermediária, vez que não possuía veículos próprios para a prestação do serviço. Também foi identificada a ocorrência de superfaturamento no contrato emergencial do mês de abril de 2013, quando ocorreu o pagamento a maior de R$40.483,96, e um superdimensionamento na ordem de 1.006 alunos transportados, o que elevou os gastos da contratação em R$719.402,39.

Cabe recurso da decisão.

TCM/BA

Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Para vingar morte de bandidos, ‘novo cangaço’ avisa que vai matar policiais no Piauí

A associação criminosa que se intitula de “o novo cangaço”, com sede no agreste de Pernambuco, anuncia que vai matar policiais no Piauí

Famosa por comandar a bandidagem no sertão do Nordeste por quatro gerações, a associação criminosa que se intitula de “o novo cangaço”, com sede no agreste de Pernambuco, anuncia que vai matar policiais no Piauí. A revolta do bando contra o sistema de segurança do Estado surge depois do episódio envolvendo a agência do Banco do Brasil de Curimatá (a 775 quilômetros de Teresina), que resultou na morte de cinco integrantes do “novo cangaço”, na prisão de seis, com apenas três foragidos. “Vai ter resposta do crime”, anuncia um dos bandidos, através de mensagens. “Pode vir, a polícia do Piauí não tem medo de bandido. Pode vir para morrer com tiro de fuzil na cara”, responde um policial militar.
Se dizendo revoltado,com o que chama de covardia, um homem com sotaque arrastado, gravou uma mensagem no whatsApp, dizendo que vai ter troco. A juventude do novo cangaço vai voltar e vai cobrar. Vamos roubar esse banco de novo. Vamos fazer latrocínio. Não vamos dizer se é hoje, se é amanhã ou quando vai ser, se é daqui há 1 ano. O áudio do bandido já tem resposta de policial militar do Piauí. As mensagens estão em centenas de grupos internet.
Os mortos do bando
1-Anaxandro Pereira Matias (Bahia);
2-Edvan José dos Santos “Van Van Araquan”;
3-Edenilton Aquino do Nascimento “Patrão, Denilton Araquan” (Bahia);
4-Everton Diego Moreira “Tom, Cego, Ceguinho”;
5-Cícero Augusto Freire Rodrigues (Pernambuco)
Outros seis se encontram presos. Três conseguiram fugir na mata. Eles conseguiram estourar caixas eletrônicos na cidade de Curimatá, há cerca de 15 dias.
A polícia conseguiu apreender armamento de grosso calibre com o bando e recuperou parte do dinheiro.
Palavra de coronel
Quanto as ameaças que os bandidos fazem aos policiais do Piauí, o coronel Carlos Pinho, presidente da Associação dos Oficiais Militares, disse que isso é considerado natural no meio policial. “São ameaças que o policial enfrenta no dia-a-dia de sua atividade”.
Os  áudios
Nos dois áudios que circulam nas redes sociais, tanto os bandido, quanto o policial trocam palavrões um contra o outro. Confira os dois na íntegra:
Bandido:
Resposta da polícia:
Por Acesse Maranhão (Redação)

Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!
Twitter.com/CarlinoSouza

Acusado de tentativa de homicídio, deputado André Moura será líder do governo Temer

Escolhido por Michel Temer para liderar a sua base parlamentar na Câmara, o deputado federal André Moura (PSC-SE) é réu em três ações penais no Supremo Tribunal Federal sob a acusação de desviar dinheiro público e é investigado em pelo menos três outros inquéritos, entre eles por suposta participação em tentativa de homicídio e no esquema de corrupção da Petrobras.

O deputado também já foi condenado em Sergipe por improbidade administrativa.

O nome de Moura foi bancado pelo chamado "centrão" da Câmara e pelo deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de quem Moura é uma espécie de braço-direito.

Apesar de ser líder do nanico PSC (que tem apenas 9 deputados), Moura recebeu de Cunha importantes tarefas no Legislativo, como apoio para se tornar presidente da comissão que discutiu a redução da maioridade penal. Assíduo frequentador do gabinete e da casa de Cunha, ele faz parte da tropa de choque que tenta salvar o mandato do peemedebista no Conselho de Ética da Câmara.

A escolha de Moura por Temer, que já se apresentou a deputados na manhã desta quarta-feira (18) como líder do governo na Câmara, foi antecipada pela Folha.
Moura, que nega todas as acusações, foi transformado em réu no Supremo em 2015, respondendo por crime de responsabilidade, quadrilha ou bando e improbidade administrativa.

As denúncias recebidas por unanimidade pela segunda turma do Supremo envolvem crimes de apropriação, desvio ou utilização de bens públicos do Município de Pirambu (SE), na gestão do então prefeito Juarez Batista dos Santos, no período de janeiro de 2005 a janeiro de 2007.

Moura foi prefeito da cidade por dois mandatos, tendo antecedido Juarez.

Segundo a acusação, após deixar a Prefeitura, Moura teria atuado como "prefeito de fato" e continuou usando bens e serviços custeados pela administração municipal, como gêneros alimentícios, telefones celulares, veículos da frota municipal e servidores que atuavam como motoristas.

A denúncia aponta que a prefeitura pagou compras de gêneros alimentícios em estabelecimentos comerciais que foram entregues na residência e no escritório político do deputado.

Entre janeiro de 2005 e julho de 2007, o então prefeito de Pirambu deixou à disposição de Moura celulares, que também foram utilizados por sua mãe e irmã e que tiveram as contas pagas com recursos da cidade, segundo a acusação. Além disso, uma frota de veículos, com motoristas, teria sido designada para servir a fins particulares e políticos do hoje deputado.

A defesa de André Moura negou todas as condutas denunciadas e afirmou que, embora tenha apoiado o prefeito que o sucedeu, razões políticas fizeram com que Moura e Juarez dos Santos se tornassem desafetos políticos, o que teria levado o então prefeito a prejudicá-lo, apresentando falsas denúncias sem a apresentação de provas.

Na época em que transformou Moura em réu, porém, o ministro do STF Gilmar Mendes afirmou que " a descrição é suficientemente adequada para projetar os tipos penais" apontados na denúncia. "Portanto estou rejeitando a ideia de que as denúncias são ineptas."

As acusações de uso ilegal de recursos da prefeitura já levaram Moura a ser condenado por improbidade administrativa em Sergipe. Ele recorreu ao Superior Tribunal de Justiça, que suspendeu os efeitos da decisão até o julgamento do recurso.

A indicação de Moura foi criticada por deputados da base de apoio de Temer, entre eles o DEM, que queria emplacar Rodrigo Maia (DEM-RJ) no cargo. "Não me sinto representado e não responderei a essa liderança. O governo Temer comete um grave erro com essa indicação. A sociedade está atenta", afirmou o deputado Betinho Gomes (PSDB-PE).

O líder da bancada do DEM, Pauderney Avelino (AM), afirmou que a indicação de Moura é uma pressão de Cunha feita por meio do "centrão", grupo de partidos sobre os quais o presidente afastado da Câmara também tem grande influência.

HOMICÍDIO

As investigações sobre o caso começaram a partir da delação premiada de Juarez dos Santos, que procurou a Polícia Civil. O então prefeito contou que após ser eleito foi pressionado por Moura, que queria manter o controle da cidade.

Com isso, passou a indicar a maior parte dos secretários municipais e manteve carros e celulares da Prefeitura à sua disposição, além de fazer compras em mercados pagas pelo erário, indicar vários funcionários fantasmas, e receber repasses mensais da Prefeitura entre R$ 30 mil e R$ 50 mil, conforme a acusação.
Nas eleições de 2006, Moura foi candidato a deputado estadual e, durante a campanha, segundo relato de Juarez dos Santos, as exigências ilícitas se agravaram. Moura teria encomendado repasse de R$ 1 milhão entre abril e setembro.

O prefeito afirmou que passou a receber ameaças que culminaram com troca de tiros que feriram o vigilante de sua casa, disparados por quatro homens encapuzados. Um inquérito no Supremo que tem Moura como investigado trata da tentativa de homicídio do vigia.

LAVA JATO

Moura também passou a ser investigado no STF em um dos inquéritos da Lava Jato que apuram a suposta ligação de Eduardo Cunha com o esquema de corrupção da Petrobras. Outros oito aliados do presidente afastado da Câmara também figuram como investigados neste caso, que apura os crimes de corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, suspeita que os parlamentares apresentaram requerimentos e atuaram na Câmara para pressionar o grupo Schahin, por causa de uma disputa com o corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, que é próximo a Cunha. Funaro também é investigado.

O outro inquérito que traz Moura como investigado aponta a suspeita de que ele fez contratações ilegais de empresas de comunicação quando era deputado estadual.

OUTRO LADO
André Moura e sua assessoria rebateram todas as acusações e suspeitas. O deputado disse ainda que Eduardo Cunha teve papel significativo no impeachment de Dilma, mas que não terá influência na liderança do governo de Michel Temer.

Sobre as ações penais e a suspeita de participação na tentativa de homicídio, a assessoria do defesa do deputado diz que "as afirmações do Ministério Público baseiam-se somente nas acusações de um ex-prefeito de Pirambu, desafeto político de André Moura, que as fez com a clara intenção de tentar prejudicá-lo, apresentando denúncias falsas, jamais confirmadas através de qualquer prova material".

Em entrevista, Moura afirmou genericamente não haver provas de envolvimento na suposta tentativa de homicídio e que o caso será arquivado.

Em relação ao inquérito da Lava Jato, Moura diz que respeita o Ministério Público e Janot, mas que "não vê motivo plausível para o pedido de investigação" já que as acusações, diz, não se referem a corrupção, mas "por ter sido André Moura 'agressivo' e ter 'humilhado', nas palavras do procurador-geral, os dirigentes do Grupo Schahin na convocação destes, feita no ano passado, pela CPI da Petrobras, da qual era sub-relator".

O deputado diz que na condição de sub-relator era o seu dever "questionar interrogados e buscar esclarecer supostos malfeitos praticados contra o serviço público, não importando o tom ou a contundência da sua oratória". Ele diz que se manterá disposto a agir de modo idêntico em todas as ocasiões em que o interesse público estiver em jogo. "Não estou envolvido, não recebi dinheiro de nenhum das empresas que estão envolvidas, não tem nenhum tipo de diálogo meu com quem quer que seja envolvido na Lava Jato, não tem delação citando meu nome."

Uol

Traficante é preso depois de incendiar casa da mãe de rival

O suspeito Roney Conceição Santana, de 18 anos, foi preso, na terça-feira (17), por policiais da Delegacia de Homicídios (DH), de Feira de Santana, depois de atear, na companhia de três adolescentes, fogo na residência da mãe do traficante rival Elvis Newton Cerqueira Silva, 38, que está sendo procurado. Investigadores da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Feira) deram apoio.

Roney agiu a mando de Romilson dos Santos Silva, o Dadai, 28, líder do tráfico de drogas no bairro Aviário, que brigava com Elvis pelo controle da venda de drogas no local. Depois do atentado, Elvis executou Romilson com vários tiros, na segunda-feira (16). Outros três homens, identificados pelos apelidos de Têlo, Bê e Peixe, participaram do homicídio e estão sendo procurados.

De acordo com o delegado Fabrício Linard, titular da DH/Feira, a mãe de Elvis, 77, e um irmão dele, que estavam no imóvel, conseguiram escapar ilesos do incêndio. Roney e os comparsas ainda roubaram uma TV LCD de 32 polegadas e uma motocicleta, pertencente a Elvis.

Outros dois integrantes da quadrilha de Dadai também foram presos nos desdobramentos da prisão de Roney. Everaldo Weliton dos Santos Sacramento, 41, e Gerson Ferreira dos Santos Neto, 26, foram flagrados num imóvel com o revólver calibre 38, que pertence a Roney.

Os investigadores chegaram ao nome de Elvis porque ele deixou cair o RG no local da morte de Romilson. Segundo o delegado, todos atuam no bairro Aviário e viviam um conflito pelo controle do tráfico no local. Autuados por porte de arma, Roney, Everaldo e Gerson foram encaminhados ao Presídio Regional de Feira de Santana.


Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!
Twitter.com/CarlinoSouza

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Leonardo com Eduardo Costa causa constrangimento em fãs

A turnê Cabaré, que une Leonardo e Eduardo Costa, é um sucesso de público no Brasil e rende um dos maiores cachês da atualidade, alcançando a marca de R$ 850 mil por uma única apresentação. 
Mas existem polêmicas em torno deste projeto tão similares ao sucesso. Isso porque, além de música, os cantores contam piadas no palco. E, algumas vezes, o conteúdo das anedotas causa constrangimento até entre o público adulto.
No último fim de semana, os dois se apresentaram no Festival Brasil Sertanejo, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte. Segundo uma fonte ouvida pelo R7 e que trabalhou na produção do evento, o abuso de linguagem obscena durante o show incomodou o público.
De acordo com a mesma pessoa, outros artistas escalados para a noite também criticaram a postura dos colegas.
Além dos shows, Leo e Edu também gravam vídeos com o mesmo tipo de conteúdo para as redes sociais. Embora o show se chame Cabaré (sinônimo para casa de prostituição), alguns fãs dizem que o teor das piadas é inapropriado para dois ícones da música popular brasileira.
E no campo de comentários a recepção muitas vezes é negativa. Decepção e até críticas ao teor machista das piadas são comuns entre os seguidores de Edu Costa e Leonardo.
No YouTube, é possível encontrar trechos de shows dos dois sertanejos no qual eles misturam música com piadas. E é fácil notar que o teor sexista é o padrão de quase todas as anedotas.
Procurada, a assessoria de imprensa de Eduardo Costa explicou que projeto foi criado com essa proposta desde o início. Prova disso, é que o DVD Cabaré também tem as mesmas piadas e é indicado para maiores de 18 anos. Assim como os shows, que não são permitidos para menores.
“No entanto, em festivais, é mais difícil o controle do acesso de crianças e adolescentes que estejam acompanhados pelos pais. Mas isso já não é nossa responsabilidade. É uma recomendação que passamos para a produção”, comenta a assesoria de Edu.

Ainda não segue CARLINO SOUZA nas redes sociais? Corre lá!