Teve Virada! Prefeito Dr. Sérgio perde apoio de cinco vereadores

O prefeito do município de Tucano,  Dr. Sérgio vive um inferno astral após debandada de vereadores. Neste final de ano, 05 (cinco) parlamentares de sua base anunciaram a formação de um bloco chamado “Pró-Tucano”, que terá status de “centro” político na Câmara de Vereadores local. Os vereadores Belmiro (PR), Penena (PSD), Jorge da Rua Nova (PSD), Rodrigo (PPS) e Romilson (PROS) faziam parte da bancada de situação, que forma o grupo de apoio do atual prefeito, Dr. Sergio (PSD). Com a saída dos vereadores o gestor sai fragilizado e agrava a crise política dentro do agrupamento político.

O bloco é visto com apreensão pelo poder municipal, que perde mais aliados na metade do mandato. Segundo o líder Belmiro, o objetivo do bloco é a apresentação de sugestões, soluções e criticas ao Poder Executivo. Com este grupo, a Câmara de Vereadores em Tucano fica dividida entre: Bancada de Situação com 06 vereadores; Centro – (Bloco “Pró-Tucano”) com 05 vereadores; Oposição com 03 vereadores; minoria – Oposição com 01 vereador.

Todos os demais vereadores da oposição, criticaram a maneira como o prefeito Dr. Sérgio, vem administrando o município e prometeram dura fiscalização nas ações do executivo, mas sem obstrução à projetos que beneficie a população.

Da redação Portal Carlino Souza - O primeiro. Sempre!
Foto: Voz do Campo

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.