Sítio do Quinto-BA: oposição se fortalece e Jair do Correio enfrenta primeira derrota após eleições 2018

Ni do Planalto em Ato com o governador Rui Costa
Nesta segunda-feira, 17 de dezembro de 2018, aconteceu a última reunião da Câmara Municipal de Vereadores de Sitio do Quinto. A sessão foi dividida em dois turnos, ocorrendo no primeiro momento a votação de projetos de Lei que tramitavam na casa, dentre eles a LOA (Lei Orçamentária Anual), após o término das votações de tais projetos, procederam-se os discursos de agradecimento de cada vereador, bem como do Prefeito Municipal, Jair Santos, que também se fez presente na mencionada sessão. Nos discursos, a bancada da oposição criticou a forma como o processo legislativo na presente Câmara vinha sendo conduzido, pois em quase sua totalidade, os projetos de lei apresentados pelo Poder Executivo durante a atual gestão da casa legislativa, foram colocados em votação em caráter de urgência, sem respeitar os trâmites previstos na lei, o que fere o princípio da legalidade, base da administração publica, bem como o direito dos vereadores de participarem de um processo legislativo constitucional, conforme as devidas previsões legais. 

Quanto aos discursos da bancada da situação, o destaque foi a troca de ofensas entre os próprios colegas de bancada, principalmente entre a Vereadora Morgana(PP) e os vereadores Zé de Miranda e Ni do Planalto, e toda a discussão girou em torno da eleição para a nova mesa diretora da casa, para o Biênio 2019-2020. No segundo turno da reunião foi realizada a mencionada eleição, onde concorreram duas Chapas:

Chapa n° 1
Presidente - Ni do Planalto
Vice-presidente - Bado
1° Secretário - Rodrigo de Gilson
2° Secretário - Mota da Farofa

Chapa n° 2
Presidente - Morgana
Vice-presidente - Anselmo do Rasinho
1° Secretário - Zé Miudo
2° Secretário - Carlé do Sindicato

Com a apuração dos votos, a Chapa n° 1 saiu vencedora, obtendo 5 votos, contra 4 votos da chapa n° 2. Mas aí aconteceu o inesperado, o atual presidente da casa, em ato arbitrário e ilegal, sem qualquer fundamento no regimento interno ou Lei Orgânica Municipal, decidiu por anular 2 (dois) votos dentre os 5 (cinco) dados a chapa n° 1, ora vencedora, alegando que havia um ponto de caneta nas cédulas mencionadas, o que em sua avaliação denominava uma identificação dos votos ora anulados, o que acabou causando o maior tumulto na reunião, haja vista que o plenário da casa estava lotado de cidadãos, em um público político dividido entre apoiadores de ambas as chapas. 

Em ato contínuo o presidente declarou a chapa n° 2 vencedora, sendo duramente questionado pelos parlamentares da chapa n° 1 que foi a verdadeira vencedora, ocasião em que houve uma intermediação do comandante da PM que se fazia presente com uma guarnição, bem como policiais da CIPE Caatinga, mesmo assim não se chegou a qualquer consenso na resolução do problema, momento em que foi convocado o Delegado de Polícia Civil da cidade, Dr. Maurílio, para intermediar uma possível solução, e após análise conjunta entre a autoridade policial, vereadores e advogados dos parlamentares, chegou-se a um consenso de não ter havido qualquer irregularidade na votação, com isso, o presidente atual, vereador Carlé do Sindicato(MDB), convocou novamente os vereadores ao plenário, voltou atrás  da própria decisão que anulou os dois votos na chapa n° 1, manifestando interesse em fazer nova eleição, no entanto os vereadores Anselmo e Zé Miúdo, bem como a vereadora Morgana, se retiraram do plenário, restando 6 (seis) dos 9 (nove) vereadores, o presidente reconheceu a vitória legítima e legal do novo presidente da casa Ni do Planalto, declarando eleita a chapa n° 1 para mesa diretora da Câmara Municipal na gestão biênio 2019-2020.

A derrota:

Um vereador da base de situação em conversa com a redação do Portal Carlino Souza, na manhã de ontem (17/12) já havia anunciado a derrota do governo na quebra de braço para a composição da nova legislatura. "Cabeça dura, Jair não ouve ninguém. Do jeito que está indo; ele controlado pela primeira-dama (Rosana) a tendência deste grupo é só 'afundar', lamentou. O vereador declarou que o fato se deu em razão das manobras mal sucedidas praticadas pelo governo Jair do Correio, quando o gestor escalou pessoas próximas para articular a conjuntura política. 

O vereador comenta que Jair foi infeliz em tentar barrar a candidatura vitoriosa de Ni do Planalto, eleito pela consagradora maioria dos votos para comandar a câmara. Para ele a quebra de braço deveria ser evitado e (Ní do Planalto) poderia ser um aliado. Ele poderia ser eleito pela base governista. Mas não foi; Não foi tão somente porque Jair é conduzido por 'ela', e ele teme a opinião contraria a ela, lamenta. 

Aliados comemoram derrota de Jair:

Jair teria sido alertado há três meses atrás de toda situação, contudo deixou correr solto. A derrota do governo foi motivo comemoração de forma explicita nos bastidores da política sitioquintense, principalmente pelos aliados mais chegados do prefeito Jair. Há quem achou bom o nocaute que Jair acabará de sofrer.

Cobrança


Vereadores que se mantiveram fiéis ao prefeito Jair cobram do governo punição a aliados inclusive o isolamento do vice-prefeito Gelson da Jiboia, este apontado pelo grupo como um dos principais articuladores na formação do bloco de oposição.


O governo prepara o troco: 

Circula a boca miúda, que o troco vem aí. Fontes ligadas ao prefeito Jair do Correio, revelou com exclusividade ao Portal Carlino Souza, que a gestão estuda manobras e estrategias para manter maior distância possível dos vereadores Zé Miranda e Ní do Planalto, como forma de isolamento político em razão da derrota sofrida na noite de ontem(17/12). Para pessoas muito ligadas a Jair do Correio, o vereador Zé Miranda, foi sua maior decepção e Jair anunciou que já prepara surpresas.

Já começou...

Jair do Correio(PP) deve iniciar nos próximos dias a retaliação e exonerar aliados de ‘traidores da base’. Entre os possíveis atingidos estão os vereadores Ni do Planalto e Zé Miranda. No dia de hoje(18/12) ocorreu a primeira exoneração com data retroativa de 1º de dezembro, ALDENÍSIO SANTANA DE CARVALHO sai do cargo de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO e quem assume é o ex-vereador e atual SECRETÁRIO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURISMOMARCELO GAMA SANTOS. As demissões até agora envolvem apadrinhados de vereadores do Centrão e podem atingir outros cargos. Até onde se sabe, os vereadores não oficializaram, más ao que tudo indica que um rompimento e um racha político entre câmara e prefeitura, se inicia a partir de agora. Resta saber se Jair está preparado para medir forças com a bancada de oposição, uma vez que aos poucos aparecem inúmeras denúncias e processos contra o mesmo.

Procurado pela reportagem do Portal Carlino Souza, o prefeito Jair do Correio resolveu não se pronunciar sobre o assunto.

Com a eleição tumultuada, sob fortes vaias e aplausos, enfim o vereador José Manoel de Carvalho, popular Ni do Planalto, foi eleito novo Presidente da Câmara Municipal de Sitio do Quinto sob forte insistência de seus ‘aliados’.

Brasília/DF, 18/12/2018.

Da redação, Portal Carlino Souza - O primeiro Sempre!

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.