Mulher é estuprada por caminhoneiro durante 13 dias em carona do Paraná ao Ceará

Uma mulher de 21 anos foi socorrida por policiais do município de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza, após ser estuprada por um caminhoneiro durante 13 dias seguidos, em carona do Paraná ao Ceará. O suspeito era conhecido da família da jovem e foi preso nesta quinta-feira (27).
De acordo com a Secretaria da Segurança e Defesa Social (SSPDS), a mulher relatou que as agressões iniciaram no dia 14 de dezembro e aconteciam nas paradas que o motorista fazia nas rodovias. O homem mantinha a vítima dentro da cabine do caminhão enquanto a violentava sexualmente e a ameaçava de morte.
A jovem conseguiu fugir durante uma distração do suspeito e pediu ajuda a moradores, que acionaram os policiais militares e conduziram a mulher até o plantão da Delegacia Metropolitana de Horizonte. O caminhoneiro foi encontrado em um posto de combustível do município.
Ainda conforme a SSPDS, o caminhoneiro foi autuado pelos crimes de estupro e sequestro com fins libidinosos. Vítima e agressor foram encaminhados para a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) onde passaram por exames periciais.
A Delegacia Metropolitana de Horizonte segue com as investigações sobre o caso.
Com informações: G1

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.