Seja bem-vindo(a) ao Portal Carlino Souza, A Maior fonte de informação do interior do Estado da Bahia.  Coronel João Sá-BA,

Lagarto-SE: Tribunal de Justiça determina afastamento do prefeito Valmir Monteiro por 180 dias


Em decisão do desembargador Roberto Eugênio da Fonseca Porto, o prefeito do município de Lagarto (SE), José Valmir Monteiro (PSC), os secretários Anderson Souza de Andrade e Floriano Santos Fonseca, além de Eronildes Almeida de Carvalho, foram afastados dos cargos por 180 dias, ou até o término da instrução do processo que julga irregularidades na administração do matadouro municipal. O afastamento é para não prejudicar o trâmite processual.
O processo, de número 201800732647 cita que o afastamento “é premissa essencial ao bom andamento do processo e do alto controle sobre documentos cuja análise seria de grande valia ao deslinde do feito”, cita o desembargador.
Eronildes Almeida de Carvalho é administrador do matadouro e amigo pessoal do prefeito, cita ação requerida pelo Ministério Público, da comarca de Lagarto. Já Anderson Souza e Floriano Fonseca são secretários de Finanças e Administração, respectivamente.
Fala prefeito – O prefeito Valmir disse por telefone que está muito tranquilo com relação à decisão, porque a prefeitura zela pelos princípios legais e que “não há nada de errado no matadouro de Lagarto, que, inclusive, está fechado há quatro meses”, falou direto de Brasília, onde está, segundo ele, para buscar recursos para o município.
Valmir Monteiro disse ainda que desembarca hoje em Aracaju e que irá, junto com seu advogado se situar no caso, para depois melhor se pronunciar.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.