Jovem diz ter sido agredido por Henrique, da dupla com Juliano, no aniversário da cantora Marília Mendonça


Thiago Martins da Silva, de 26 anos, alegou em entrevista ao G1 que foi agredido pelo cantor Henrique, da dupla sertaneja com Juliano, e por outras seis pessoas que estavam na festa de aniversário da cantora Marília Mendonça, em Goiânia.

De acordo com o jovem, a confusão aconteceu em uma chácara por volta das 6h da manhã da terça-feira (24). Ele disse que estava próximo da dupla e da cantora quando pegou o celular para olhar o horário e ficou com ele na mão.
Thiago disse que um homem o abordou, questionando se ele estava filmando a festa, o que ele negou. Logo depois, a mesma pessoa voltou, acompanhada de um homem barbudo, e fizeram a mesma pergunta e o agrediram.
“Fui abrir a galeria de fotos, um deles tomou o celular da minha mão, me desferiu um soco na boca. Apareceu o Henrique que, ao invés de apartar, me enforcou com muita força, deu soco na cara, passou a mão no meu rosto, me mostrou o sangue e me chamou de otário", disse Thiago. "Sou muito fã do Henrique, gosto muito da dupla, já fui em muitos shows e jamais ia esperar uma coisa dessa”, afirmou ao G1.
O jovem ainda alegou que destruíram o seu carro, quebrando o vidro do passageiro e o retrovisor, além de terem furado o pneu. A Polícia Civil está investigando o caso.
G1

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.