Avião clandestino usado pela cantora Anitta é interditado pela Anac


Um jatinho que transportava a cantora Anitta foi interditado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), na madrugada deste sábado (21), no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte. De acordo com a agência, o avião de matrícula PP-MCG e a empresa responsável não tinham autorização para prestar serviço de táxi-aéreo.

Segundo a Anac, o jato executivo do modelo Phenom 300 foi fiscalizado em uma operação contra o transporte aéreo clandestino que era realizada no aeroporto. Ainda de acordo com a agência, a habilitação do piloto será suspensa.

Por não terem autorização para o serviço de táxi-aéreo, a empresa e a aeronave não poderiam realizar transporte remunerado, “por não garantirem as condições necessárias de segurança deste tipo de operação”, informou a Anac.

Anitta, que acaba de lançar o clipe da música "Medicina", é uma das atrações de um evento em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, neste sábado. O G1 tentou contato com a assessoria da cantora, que, até as 20h20, não havia se posicionado.

A agência ainda afirmou que o piloto e o operador da aeronave poderão ser multados e ter suas licenças e certificados cassados. A polícia e o Ministério Público também serão acionados.

“A operação irregular de táxi-aéreo, também conhecida como táxi-aéreo pirata, é uma infração ao Código Brasileiro de Aeronáutica e pode configurar crime, conforme previsto no artigo nº 261 do Código Penal”, disse a Anac por meio de nota.

A reportagem tenta contato com a empresa dona da aeronave.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.