Seja bem-vindo(a) ao Portal Carlino Souza, A Maior fonte de informação do interior do Estado da Bahia.  Coronel João Sá-BA,

Prefeito Carlinhos Sobral fala das dificuldades, investimentos em saúde, educação e desafios

No dia (28/02), o prefeito Carlos Augusto Silveira Sobral (MDB) falou das dificuldades, investimentos em saúde, educação e crise financeira. O pronunciamento aconteceu durante a sessão solene da câmara de Vereadores de Coronel João Sá. 

Ele primeiramente agradeceu o apoio que vem recebendo da câmara dos Vereadores, com a aprovação dos projetos e com críticas positivas, ajudando no crescimento do município. Depois, sua fala se voltou para a renda do município e para a educação.

Ele falou da antiga gestão e como esta afetou a educação, ao retirar matrículas de alunos, mas que a atual gestão em seu governo conseguiu dar a volta por cima. 

Também falou sobre o processo em que está atuando, em nome da prefeitura, para alcançar novamente as verbas para educação, para os professores, alunos, merendas e etc.

O alcaide disse está economizando e deixando de fazer atividades para equilibrar as contas da gestão. Ele acrescenta que tem pago salários, décimo terceiro, transportes e dívidas internas e externas. Também ficou claro que faz o que se pode, mas que não pode realizar milagres, indo atrás de como pode melhorar o município, juridicamente e por meio de obras federais.

As pendências de Coronel João Sá não terminaram, pelo contrário, irão continuar aumentando. Mas o prefeito garantiu: esse será um ano promissor. Garantiu também que não deixará de ir atrás das obras. Segunda feira, dia 05 de março, começaram as obras do Estádio de Futebol, obra licitada desde 2012 que não havia começado ainda, mas que ele conseguiu fazer em um ano de mandato e ainda tirou um recurso próprio para a reforma do estádio.

Também irão iniciar as obras do calçamento e pavimentação das ruas, obra já licitada que está apenas esperado a liberação da ordem de serviço. A reforma da estrada e da ponte do “Serrotinho” já foi autorizada. Está a espera de recurso para a construção de duas quadras cobertas, uma no Gasparino e outra na Queimada do Milho.


“A administração pública é dinâmica. Encontramos uma cidade com imensa dificuldade de se trabalhar, principalmente pela falta de certidões". Só no CAUC foram detectadas  nove (9) pendências. E aí não dá pra assinar convênios e receber recursos extra-orçamentários. Sobral conta que a gestão também fez o parcelamento da divida que o município tem junto ao INSS. "para  Superamos isso e tivemos a capacidade de trazer recursos de Brasília e hoje está sendo realizado um grande volume de obras", disse com exclusividade ao Portal Carlino Souza.



As idas do gestor à Brasília, tem trouxeram benefícios ao município. A construção de uma escola com doze salas e um ginásio coberto, no valor de R$ 4 milhões são algumas das promessas para o ano de 2018. Conseguiu também um ônibus para a educação, outro para a saúde, cinco (5) carros, três (3) ambulâncias, três (3) tratores e uma retroescavadeira. Além disso, conseguiu também um milhão de reais para a fazer o calçamento de diversos pontos da cidade e a liberação para fazer 100 banheiros na cidade, entre várias outras ações.



Em 2018, ele garante uma nova gestão mais eficiente pronta a trazer melhorias para a cidade de Coronel João Sá, com obras e pagamentos em dia. Para finalizar, prestou suas homenagens para o ex-prefeito, Antônio José dos Santos (Toinho da Veneza), e para a família presente.

Ele aproveitou a oportunidade para falar sobre a insegurança que o estado da Bahia e a cidade em si, atravessam, fazendo um apelo para a população ajudar com denúncias e cobrando de seus governantes a melhoria do trabalho da polícia. Mas ressaltou, a polícia não consegue resolver tudo se empenhando sozinha, uma denúncia anônima será um grande diferencial, avaliou Sobral.

Cabeça Notícias, Adptação: Carlino Souza

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.