Suspeito de tentar estuprar criança de 8 anos é morto pela polícia em Canudos-BA

Um homem, suspeito tentar estuprar uma criança de 8 anos e de roubar uma motocicleta, em Canudos-BA (distante 178km de Paulo Afonso), foi morto pela polícia durante troca de tiros.

Segundo a criança, ela foi abordada pelo pedófilo, que afirmou ser primo da mãe e a convidou para ir a um dos quartos onde o mesmo estava hospedado. Ao se negar, a menina foi arrastada pelo braço. Dentro do hotel, o elemento tentou estuprá-la, mas devido a reação da criança, com gritos de socorro, o pedófilo a agrediu com o soco no olho esquerdo e fugiu do local. A polícia foi informada do fato por volta das 15h15min, de sexta (26).

A administração do hotel afirmou que o agressor estava hospedado no estabelecimento, porém não possuía dados do mesmo, bem como a identificação.

Após o abuso, a criança foi levada para o hospital da cidade. Em nota, o médico plantonista publicou o seguinte texto:

“Como médico, não posso deixar de passar um alerta para a nossa sociedade. Hoje no meu plantão, fui surpreendido com um atendimento que não queria fazer jamais, uma menor (8 anos) acabava de ter sofrido uma tentativa de estupro, por um monstro que a assediou enquanto brincava num parquinho. Não deixem seus filhos sozinhos, pois algozes andam por aí tentando praticar tal ato sem o menor temor! Consegui ganhar sua confiança onde me relatou fatos horríveis que não cabe relatar! Tomamos as medidas cabíveis para tal ato junto com a família e policiais! CUIDEM DOS SEUS FILHOS, O MAL PODE ESTÁ AO SEU LADO!!!”

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.