publicidade

www.leomagalhaes.com.br

Jeremoabo-BA: Prefeito interino tenta manobra para emplacar dois vereadores no Executivo

O prefeito interino Chaves tem sido apontado por vereadores da oposição como o artífice de uma tentativa de manobra para emplacar dois dos atuais vereadores da bancada situacionista para ocuparem vagas no Executivo.  AC estaria se desdobrando para recompensar aliados da coligação liderada pelo PSD.  Por causa de compromissos políticos, ele pretende alterar a divisão de poder nas secretarias do Município para recompensar vereadores, abrindo vagas na Câmara para suplentes. O “banco de reservas” tem ao menos dois nomes, que necessariamente pertencem ao mesmo partido dos titulares.
QUEM ASSUME?
Chaves remanejaria dois vereadores eleitos. Veja quem assume no lugar deles, caso sejam nomeados na futura equipe de governo:
O primeiro suplente Neguinho de Lie (PSD) assumiria o lugar do vereador Didi da Padaria (PSD) cotado para Secretaria de Esportes, que seria criada.  
O segundo suplente Tião da Lagoa do Mato (PSD) assumiria a cadeira da vereadora Diana de Irene, cotada para Secretaria de Assistência Social.  Tanto Didi quanto Diana estão no primeiro mandato.
O prefeito interino deveria saber que para que haja essa mudança é necessário que o município faça uma emenda à Lei Orgânica Municipal (LOM) da cidade. De maneira geral essa emenda deve ressaltar que os vereadores não podem apenas se licenciar da Câmara para ocuparem cargos no Executivo, mas sim precisam renunciar ao seu mandato.
As substituições ainda estão na fase embrionária, mas já são alvo de críticas dos vereadores que compõem a bancada de oposição ao prefeito. Eles já anteciparam que caso haja a manobra vão acionar o Ministério Publico, porque a proposta é muito superficial e não tem constitucionalidade.
Bob Charles

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.