publicidade

www.leomagalhaes.com.br

Com auxílio de drone, PM encontra plantação com 200 mil pés de maconha em Abaré e Curaçá

A droga foi achada após investigação da Cipe/Caatinga, que usou um drone para localizar a plantação do alto. (Foto: SSP-BA)
Com a utilização de um drone, a polícia encontrou na manhã desta terça-feira, 8, no norte da Bahia, uma plantação com aproximadamente 200 mil pés de maconha, o equivalente a 30 toneladas da droga. A vegetação foi localizada entre os distritos de Ilha Redonda, na cidade de Curaçá, e Pedra Branca e Ibó, em Abaré. Ninguém foi preso.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), essa é uma das maiores plantações de maconha descobertas no estado. A região fica próxima ao ‘Polígono da Maconha’, como é conhecido o conjunto de 13 municípios localizados entre a Bahia e Pernambuco.

A droga foi achada após investigação da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Caatinga), que usou um drone para localizar a plantação do alto. “Esta ferramenta é fundamental para a descoberta deste e de outros cultivos da droga na região”, ressaltou o comandante da Cipe, o major Wildon Reis, em nota divulgada pela SSP-BA.

A droga foi achada após investigação da Cipe/Caatinga, que usou um drone para localizar a plantação do alto. (Foto: SSP-BA)
Além da Cipe/Caatinga, participam da operação equipes do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer), 20º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e da 45ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM). As unidades permanecerão na roça para retirada da droga. A polícia acredita que serão necessários mais de 10 dias para concluir a remoção de toda a plantação, que será posteriormente incinerada.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.