Tragédia: Acidente com ônibus deixa 10 mortos e 19 feridos; Cantor e empresário Ayrton Lee está entre as vítimas

Acidente de ônibus no Estado de Minas Gerais mata oito e deixa 27 pessoas feridas dos municípios de Euclides da Cunha e Quijingue. O acidente ocorreu por volta das 4h desta segunda-feira (19), na BR 251, próximo a cidade de Salinas, Minas Gerais.

De acordo com informações colhidas pela equipe de reportagem do site euclidesdaucnha.com, o ônibus saiu do interior São Paulo neste domingo (18), tendo como destino a cidade de Euclides da Cunha, onde a empresa é sediada.
Segundo informações enviadas ao site euclidesdacunha.com, o ônibus saiu da pista e capotou perto de uma curva, mas as causas do acidente ainda são desconhecidas.
Os feridos foram levados para um hospital da cidade de Salinas-MG. Não foi possível saber o quadro clínico dos feridos, assim como a gravidade dos ferimentos.

Entre os mortos está um bebê de apenas dois meses de idade.
Mais informações colhidas pelo euclidesdacunha.com de forma extraoficial indicam que os mortos são dos povoados de Serra Vermelha e Cipó, zona rural de Euclides da Cunha, e do Município de Quijingue.

O músico e também empresário Ailton Lee, dono e guitarrista da banda de forró Desejo de Mulher é um dos mortos no acidente em que um ônibus que saiu de São Paulo para Euclides da Cunha virou no estado de Minas Gerais. A notícia foi confirmada em redes sociais e através de entrevista de um dos sócios da banda a uma emissora de rádio de Salvador. Através de redes sociais, amigos de Ailton começam a postar mensagens sobre a ocorrência, lamentando a perda do músico.

Da redação, Portal Carlino Souza. O Primeiro. Sempre!

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.