publicidade

https://www.facebook.com/PortalCarlinoSouza/ Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você bem Informado...  Coronel João Sá-BA,

Prefeito do interior da Bahia é acusado de integrar esquema que desviou R$ 43 milhões do Fundeb

O prefeito de São Domingos, na região sisaleira da Bahia, Izaque Rios da Costa Júnior, está sendo acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de envolvimento em esquema de fraudes em licitações, desvio de recursos públicos do Fundo de Manutenção da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) e pagamento de propinas.
O esquema teria começado em 2009 e se estendeu até 2015, e reuniu prefeitos e servidores públicos de aproximadamente 20 municípios baianos. Segundo a denúncia encaminhada pelo MPF ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), que é um desdobramento da operação “Águia de Haia”, da Polícia Federal, os suspeitos desviaram recursos, superfatu

raram obras e fraudaram licitações com um prejuízo de cerca de R$ 43 milhões.


Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), Izaque Júnior integrava o núcleo político que aliciava prefeitos e servidores públicos municipais para participarem do esquema. Conforme o MPF, esse núcleo era comandado pelo deputado estadual Carlos Ubaldino Santana, que foi denunciado juntamente com outras 13 pessoas por envolvimento no esquema.
A denúncia aguarda recebimento pelo TRF1. Segundo o site Notícias de Santaluz, não foi conseguido contato com o prefeito Izaque Júnior para que o mesmo se defendesse das acusações.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.