publicidade

www.leomagalhaes.com.br

Jeremoabo-BA: Prefeito Antônio Chaves paga mais de 4 Milhões a empresa e alunos perdem aulas por falta de transporte escolar

Pais de alunos reclamam da falta do serviço e afirmam que a quantidade de faltas ocasionadas pela ausência do transporte prejudica o rendimento escolar dos filhos.

O vereador e professor Ivande Silva, que chegou à Câmara de vereadores disposto a trabalhar e ensinar aos vereadores da situação qual o verdadeiro papel do edil, usou os microfones do programa " Conexão Verdade" apresentado pelo radialista Carlino Souza, para fazer chegar ao conhecimento do Ministério Público Estadual, que a Prefeitura Municipal de Jeremoabo está prejudicando os alunos da Zona Rural, mais principalmente do Povoado Espinheiro, que por falta de transporte escolar estão perdendo aulas. 

Isso é crime, é um desrespeito a Constituição, e o pior, é que  "ANTÔNIO CHAVES" através da prefeitura paga uma fortuna a  ALIANÇA TRANSPORTE DE PASSAGEIROS E TURISMO LTDA, empresa Contratada pela Prefeitura para o transporte escolar, valor esse de R$ 4.376.258,40 (quatro milhões, trezentos e setenta e seis mil, duzentos e cinquenta e oito reais e quarenta centavos).

O radialista Carlino Souza, sugeriu ao Ministério Público que abra um procedimento investigatório para apurar a falta de transporte escolar na região do Povoado Espinheiro.

Toda essa degradação e aberração, por parte da nova gestão interina do prefeito Antônio Chaves a que o povo de Jeremoabo está sendo submetido, é fruto da irresponsabilidade da ex-prefeita Anabel, que para perpetuar-se no poder, coloca na Prefeitura para gerir o destino do povo, um "interino", que não foi votado para assumir esse cargo de tamanha responsabilidade. 

OUÇA AQUI PARTE DA ENTREVISTA DO VEREADOR IVANDE SILVA.


Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.