publicidade

https://www.facebook.com/PortalCarlinoSouza/ Olá! Seja bem Vindo(a) ao Maior Portal de Notícias do interior do Estado da Bahia. Você bem Informado...  Coronel João Sá-BA,

Alex Manno, suplente de vereador, é assassinado com cinco tiros em Sátiro Dias-BA

O empresário Manoel Francisco de Souza, conhecido como Alex Manno, foi assassinado na porta de um dos dois mercados que tinha em Sátiro Dias. O crime aconteceu na manhã deste domingo (9). Alex foi candidato a vereador no município e ficou na terceira suplência de sua coligação. 
Filiado ao DEM, o empresário rompeu com o grupo político e vinha denunciando irregularidades em licitações. Embora não haja informações oficiais sobre a motivação do crime, na cidade o que se diz é que testemunhas ouviram um dos dois suspeitos de cometer o assassinato gritar: isso é porquê você está falando demais.
Foram cinco tiros disparados contra a vítima. As testemunham afirmam que dois homens chegaram em uma moto, gritaram com o empresário, efetuaram os disparos e saíram sem levar nada.
Em postagens recentes nas redes sociais, Alex Manno afirmava que o prefeito trocou o pregoeiro após todas as licitações. Em outra publicação, o suplente sentenciava: gestores que governam para ‘parentes e agiotas de campanha’ não servem para o município.
A reportagem tentou contato com a delegado da cidade, mas não teve as ligações atendidas. O crime chocou a comunidade de Arraial Santana, localizado a 15 km da sede do município.

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.