publicidade

Sítio Folia

Sítio do Quinto-BA: Com estrada precária, ônibus escolar não chega e pais de alunos concertam caminho na enxada


As péssimas condições de uma estrada da zona rural de Sítio do Quinto (BA) estão deixando crianças da comunidade Poço Preto, sem aulas é o que mostra a imagem de uma moradora da localidade que se diz indignada com o descaso por parte da nova gestão.  

Após iniciativa de um motorista do ônibus escolar, os pais de um aluno pegaram a enxada e fizeram os reparos na esperança de que se chegue o transporte escolar para seus filhos.

O problema já se arrasta há alguns meses, e até presente data, a prefeitura de Sítio do Quinto/BA não se posicionou. Procurado pela nossa reportagem, o secretário de Infraestrutura, Carlos Oliveira Reis, disse que essas estradas já estavam na pauta para recuperação, tendo em vista que a máquina apresentou um defeito e precisou ser interrompido o serviço.

Ele ainda critica o secretário da gestão do ex-prefeito Cleigivaldo, que segundo ele, deixou praticamente todos os veículos sucateados. "Uma das máquinas está em Coronel João Sá, com o moto batido, outra apresentou um defeito e houve um caso que até o retrovisor de uma dessa maquinas levaram, acusa Carlos Reis.

Na beira da estrada, mães e estudantes esperavam os ônibus escolares. A espera é incerta, já que muitas vezes o veículo não chega, por causa da estrada ruim.

A moradora da zona-rural, disse que procurou o prefeito Jair, e ouviu dele que observaria essa situação mais de perto. Até hoje (29/03), o prefeito não visitou a localidade, tão pouco cumprirá as promessas de campanha, desabafa a moradora Valdirene Cardoso. 

Ainda segundo a mesma, o motorista do ônibus escolar ordenou que os moradores fizesse os reparos se quisesse que o veículo possa passar na porta de casa. Uma vergonha!


Da redação: Portal Carlino Souza

Nenhum comentário

Regras do site

Não serão aceitos comentários que:

1. Excedam 500 caracteres com espaço;

2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
Exemplo: um comentário onde o autor diga que fulano é ladrão, corrupto, burro, salafrário e por ai vai. Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. Portanto, o titular deste blog poderá ser responsabilizado civil e criminalmente por tudo que aqui for escrito.

3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;

4. Não tenham relação com a nota publicada pelo Site.

Atenção: só serão disponibilizados no blog os comentários que respeitarem as regras acima expostas.