Bem Vindo ao Maior Portal de Notícias do Sertão da Bahia  Coronel João Sá-BAHIA,
Agentes da Receita Federal apreenderam uma mala com R$ 520 mil no aeroporto de Viracopos, em Campinas, no interior de São Paulo. O dinheiro estava com um empresário de 30 anos.
A mala, que pesava 27 quilos, era de um passageiro saiu de Sergipe com destino ao Paraná. O homem foi abordado durante uma conexão em Campinas.

O dono prestou esclarecimentos à polícia, mas não soube explicar a origem do dinheiro. Ele foi liberado após ser ouvido, mas a mala foi apreendida. Carregar essa quantia em dinheiro não é crime, mas para recuperá-lo o dono vai precisar explicar e comprovar a origem do montante.
Da redação, com informações da Band.
Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook
AUZEO corpo do ex-presidiário José Augusto Aurelino Batista, 41 anos, conhecido por Augusto de Lerindo ou Zé Augusto, passou por uma nova necropsia no Instituto Médico Legal. O corpo foi encaminhado na tarde de quinta-feira, 16 de outubro,  pela Polícia Federal, que chegou no meio do velório de José Augusto, na cidade de Poço Verde. A perícia durou quase três horas e teve por objetivo identificar se realmente houve disparos de dentro da casa onde ele foi morto. Apenas a mulher de José Augusto pode acompanhar os trabalhos. “Agora a justiça vai ser feita. Estou com meu coração aliviado”, disse a viúva. 
O novo exame foi pedido pelo Ministério Público, após o depoimento da viúva Simone Correia, que sinalizou uma possível execução. “A partir desse depoimento, o MP solicitou ao Ministério da Justiça que deslocasse uma equipe da Polícia Federal para intervir no caso”, declarou o advogado. A necropsia foi realizada por peritos da Polícia Federal de Brasília, e as investigações estão sendo comandadas por um delegado federal da Divisão de Direitos Humanos. Ao fim da nova necropsia, o corpo foi levado para a cidade de Poço Verde e no final da tarde foi sepultado. Uma multidão seguiu o cortejo até o cemitério São Sebastião. 
AUGUSTO

Também foi realizada na sexta-feira, 17 de outubro, uma perícia na residência de José Augusto, que deverá atestar se realmente houve disparos de dentro da casa. Os laudos devem ficar prontos na próxima semana. José Augusto foi morto depois de mandar para o outro mundo mais de vinte jovens infratores. Não há um número exato de quantos foram eliminados por ele. Concretamente só existe  o processo do assassinato do garoto retirado da ambulância em São José.
CAIXAO

As pessoas não falam, mas correm a boca miúda que havia uma vaquinha e que os valores eram de 2 ou 3 mil reais por morte. Chegam a falar em 26 a 2 mil e 14 a 3 mil que povoavam a lista da morte. Os crimes ocorriam em Heliópolis, Tobias Barreto, Poço Verde, Fátima e até em São Paulo. Mas tudo é especulação. Fato é que Augusto de Lerindo estava ganhando fama e tinha pretensões políticas. Ter dado mais votos a um deputado estadual que o prefeito permitiu a ele até sonhar com a prefeitura. Já havia pessoas que diziam que ele seria candidato a prefeito já em 2016.

Com informações da SSP, do portal Infonet e do portal A8 do Sistema Atalaia de Comunicação.

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook

A Divisão de Direitos Humanos da Polícia Federal cumpriu medida do Ministério da Justiça e interrompeu o enterro de um homem no município de Poço Verde para escoltar o carro da funerária até o Instituto Médico Legal (IML), em Aracaju, na tarde desta quinta-feira (16). A decisão judicial determina que o corpo de um ex-presidiário morto durante suposta troca de tiros com a polícia seja submetido a uma nova perícia. José Augusto Aurelino Batista era suspeito de comandar um grupo de extermínio responsável por cerca de 20 mortes.

A viúva Simone Correia diz que o marido foi executado. Ela afirma que Aurelino não reagiu à ordem de prisão da Polícia Civil que entrou na residência da família por volta das 3h da madrugada de quarta-feira (15).

“Ele sentou no sofá junto comigo e com a nossa filha de quatro anos que não quis desgrudar do pai. Meu marido gritou ‘eu estou aqui’ e eu só pedi para que os policiais não atirassem, foi quando um policial moreno encostou a arma nele e deu o primeiro tiro. Como eu estava abraçada com ele o tiro pegou no meu dedo e eu nem senti na hora. Ele caiu no meu colo morto com a menina de quatro anos no colo. Me afastei com ela e veio o delegado de Simão Dias e deu mais outros tiros quando meu marido estava caído de costas já morto”, relata a viúva Simone Correia.

Baleado, José chegou a receber os primeiros socorros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante o caminho para o hospital. “A viúva prestou um depoimento no fórum e o Ministério Público requisitou a Polícia Federal para que seja feita uma nova perícia”, explica o advogado da família de Aureliano, Getúlio Soares Sobral.

Em entrevista coletiva no dia do crime, a Polícia Civil informou que José Augusto teria resistido à prisão e trocado tiros com os agentes, além disso, foi apresentada uma pistola Ponto 40 niquelada e com a numeração raspada que seria dele. Nenhum policial se feriu na operação.

Peritos de Brasília devem fazer uma nova necropsia no corpo. Sobre isso, a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) disse que não vai se pronunciar. Já a superintendente da Polícia Civil, Katarina Feitoza, disse que qualquer tipo de irregularidade será apurado, mas que a princípio a ação policial foi legítima.

Fonte: G1/SE

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook
Um homem foi assaltado por bandidos nesta quarta-feira (15/10), no centro da cidade de Jeremoabo- BA. Ele teve R$ 17 mil reais roubados.
A vitima identificada como Leandro Marcos da Silva de Souza, residente na Rua Monsenhor Magalhães, Bairro João Paulo II, seguia para o Banco do Brasil com um malote contendo a quanta em dinheiro, quando foi abordado por quatro homens fortemente armados que anunciaram o assalto. Na ação que durou poucos segundos, os criminosos levaram o malote com dinheiro e fugiram em um veículo Celta branco, placa JPQ 5618, Salvador- BA.
Dentro do veículo abandonado, os policiais encontraram um revólver cal. 38 com três munições intactas. O material foi apreendido e levado para a Delegacia de Polícia da cidade.Rapidamente a polícia foi acionada e com base nas informações prestadas pela vítima, uma guarnição realizou acompanhamento ao veículo suspeito até nas proximidades do Povoado Boa vista, em Antas. Ao perceber a aproximação da polícia, o bando decidiu abandonar o veículo e conseguiu fugir pelo matagal. Ainda houve troca de tiros, mas ninguém foi preso.
Chico Sabe Tudo
Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook
A Polícia Civil investiga o furto de 24 armas de fogo que estavam no fórum do município de Tobias Barreto, no Sul do Estado. O caso se tornou público nesta quarta-feira (15), mas o crime foi descoberto em agosto deste ano, como confirma o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE). A investigação do caso está em andamento e mais informações não foram repassadas para não prejudicar na identificação dos suspeitos.

 “Assim que foi detectado o furto, foram abertos dois inquéritos: um administrativo, determinado pelo juiz coordenador do fórum, e outro policial, de responsabilidade do delegado da cidade. Ambos estão em andamento. Mais detalhes sobre o caso, como suspeitos ou situação do local onde estavam as armas, não podem ser repassados para não prejudicar a investigação”, afirma em nota a Diretoria de Comunicação do TJSE.

 Em 2014 mais de mil armas recolhidas pela polícia e encaminhadas para o judiciário foram enviadas para o Exército, em Salvador, para serem destruídas. Sobre a segurança nos fóruns, o TJSE informa ainda que apesar de já existirem seguranças particulares, cerca elétrica e sistema de alarme, está em fase de licitação o circuito interno de TV, que modernizará e reforçará a segurança em todas as unidades jurisdicionais do Estado.

 A equipe de reportagem do G1 entrou em contato com a delegacia de Tobias Barreto, mas o delegado Edson Nixon Santos Costa não pode atender, pois estava atendendo à uma ocorrência policial.

G1

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook
O vigilante Thiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos, foi preso no final da tarde desta terça-feira (14) em Goiânia por uma força tarefa da Polícia Civil que investiga a atuação de um suposto serial killer confessou ser o responsável por 39 mortes na capital goiana. Entre os crimes, o suspeito teria relacionado as mortes de mulheres, moradores de rua e travestis. O homem teria trabalhado na empresa de segurança Forte Sul.
Entre janeiro e agosto deste ano 15 mulheres foram assassinadas na cidade. Os crimes ocorreram da mesma forma: um motoqueiro chegava, anunciava um assalto, atirava nas vítimas e fugia sem levar nada. Ainda em 2013 a Capital também viveu uma onda de assassinato de moradores de rua e cerca de 20 pessoas em situação de vulnerabilidade social foram assassinadas.
O suspeito responderia a processo pelo furto de uma placa de motocicleta ocorrido em um supermercado de Goiânia em janeiro deste ano. Dias depois ele foi abordado pela polícia trafegando em uma moto com placa adulterada.
O jovem foi preso após a expedição de mandado de prisão provisória pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara. A Polícia Civil dará coletiva de imprensa às 11h30 para falar do caso, mas a apresentação do suspeito só deve acontecer amanhã. Quatro pessoas da família de Thiago estiveram na Delegacia de Homicídios, mas por orientação de um advogado, não se pronunciaram. O suspeito foi submetido a exame de identificação criminal no Instituto Médico legal (IML). 
Twitter
O governador Marconi Perillo (PSDB) confirmou em suas redes sociais na manhã desta quarta-feira a prisão do suspeito. "Recebi na madrugada desta quarta-feira uma ótima notícia: a confirmação, por parte do secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, da identificação e prisão do assassino responsável pela morte de mulheres e moradores de rua em Goiânia, que, inclusive, confessou os crimes", tuitou Marconi.
"Ao longo do dia de hoje, a Secretaria de Segurança Pública irá fornecer todas informações à população e aos familiares das vítimas. Sempre disse que nossa Polícia é boa e eficiente e que iria chegar aos criminosos. Nunca tive dúvidas de que a investigação iria esclarecer estes crimes que afrontaram a tranquilidade e a integridade das famílias goianas", escreveu o governador.
"Sei que isso não preenche a lacuna deixada pela morte de pessoas queridas, mas serve de conforto aos familiares e à sociedade. Parabenizo toda a equipe da Secretaria de Segurança Pública pelo excelente trabalho. Que a Justiça seja feita o mais rápido possível", finalizou.
Brasil 247
Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook
giovaniinstagramA confusão envolvendo a separação da dupla Gian e Giovani ganhou mais um capítulo. Desta vez, Giovani acusa o irmão de tê-lo espancado num ônibus, por causa de uma dívida não paga. “O fim da dupla se deu porque Gian, em julho, entrou no ônibus louco, me empurrou e deu três socos na minha garganta, me jogou no chão, me deu chute nas partes baixas e muito soco na barriga. A banda toda via. Todos ficaram revoltados. Eu cansei. Quero viver em paz e feliz. Vai ser melhor assim”, revelou.
O desabafo, feito mais uma vez nas redes sociais, onde a dupla anunciou seu fim após quase três décadas, foi bem diferente da declaração dada por Gian no programa “Domingo Show”, exibido no último domingo (12/10) na TV Record. “Já fazia tempo que o Giovani tinha esse desejo de seguir carreira solo, de ter um trabalho próprio. Tenho que respeitar. É quase igual a um casamento, quando não dá mais pra continuar casado, fatalmente vai haver separação”, disse o cantor no programa.
Em entrevista ao jornal Extra, do Rio de Janeiro (RJ), Gian engrossou a voz e repudiou a postura de seu irmão desde o início das brigas, motivadas pelos desentendimentos de Giovani com a esposa de Gian. “Até então, estávamos tendo uma relação profissional. Antes disso, ele já havia proibido a minha esposa de estar no palco, de estar no camarim. Foram uma monte de coisas que foram me levando a fazer isso. Um monte de humilhação. Naquele momento da briga, ele disse que eu não representava nada, que eu era só um poste ao lado dele, que eu não merecia ganhar o que eu ganhava, que quem me sustentava era ele… E essa dívida financeira que ele fala que eu tenho com ele, ele acha que existe, mas não existe”, desabafou.
Apesar de toda a intriga, que começou com a internação de Gian por AVC, em que acusou seu irmão e o cantor Zezé Di Camargo de o abalarem psicologicamente, os dois seguirão cantando juntos até dezembro, para não interferir na agenda de shows já programada. O fim da dupla foi anunciado oficialmente na semana passada e revelado em primeira mão pelo Conceito Sertanejo.
Conceito Sertanejo

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook

O ex-presidiário José Augusto Aurelino Batista, de 41 anos, foi morto nesta terça-feira (14) numa operação da Polícia Civil em Poço Verde, cidade onde morava. Segundo informações policiais, ele reagiu à abordagem da polícia e acabou sendo atingido por disparos de arma de fogo. A mulher dele também foi atingida e foi encaminhada ao Hospital Regional de Lagarto (HRL). Em entrevista à rádio Mix FM, no programa "A Hora da Verdade", de George Magalhães, ao repórter Léo Santos, ela acusa os policiais de não o querer preso, mas, sim, morto.
A operação da Polícia Civil ocorreu na casa de Zé Augusto, onde se encontrava ele, a esposa e a filha. No momento da abordagem ao acusado de liderar um grupo de extermínio em Poço Verde, a polícia afirma que houve reação à ação policial e disparos foram desferidos contra ele. Zé Agusto não resistiu e morreu. Seu corpo se encontra na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Simão Dias.
Simone, esposa de Zé Augusto, declarou na entrevista à emissora de rádio que teme por sua vida, já que reconheceu alguns policiais. Ela sofreu um ferimento no dedo.

José Augusto foi preso pela primeira vez no mês de abril de 2013. Na oportunidade, ele já era apontado como o líder de um grupo de extermínio que vinha atuando no município poçoverdense e que tinha cometido pelo menos 13 assassinatos. Todas as vítimas, segundo o delegado Everton Santos, tinham passagem pela polícia.
Por pesar acusações de homicídios contra acusados de roubo e furtos no município de Poço Verde, parte da população o apoiava e nutria admiração pela pessoa dele. Na cidade, Zé Augusto mantinha dos moradores uma relação de respeito por conta de sua suposta maneira de "fazer justiça".
Diante disso, circulou boatos de que ele se candidataria a um cargo político nas próximas eleições municipais. Houve quem dissesse que Zé Augusto poderia entrar na corrida pela cadeira de prefeito de Poço Verde.
A última prisão de Zé Augusto aconteceu em junho deste ano, quando policiais civis cumpriram mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Criminal de Poço Verde. À época, o Secretaria de Segurança Pública (SSP) o acusou de "influenciar diretamente no andamento dos processos judiciais, atentando contra a vida de testemunhas e vítimas".
Em uma das execuções apontadas pela polícia, Zé Augusto abordou uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e, após ordenar que as equipes de saúde se retirassem do veículo, dominou um homem que estava sendo atendido, após ser baleado, e o executou em plena rodovia.
Ele foi preso também em 2003 por conta de um mandado de prisão preventiva por sentença condenatória relativa à morte de um aluno do Curso de Formação de Soldado da PM de Sergipe, registrado no mês de janeiro de 2003. Por esse crime ele foi condenado há 20 anos de reclusão.
À polícia, ele negou as acusações e só assumiu um homicídio, que segundo ele, foi praticado há 22 anos na cidade de Poço Verde.
Lagartense

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook

Um caso chocou a população do município baiano de Catu. Na manhã da última segunda-feira (13), policias militares da 3ª Companhia, no comando do sargento Souza Gomes, se deslocaram até a travessa Alfredo Pereira, no bairro Pioneiro para atender uma denúncia de pedofilia.

No local os policiais localizaram e prenderam,Thailan Vilas Boas Ferreira 18 anos. De acordo as informações da policia, eles acusado de abusar de duas sobrinhas de 5 e 6 anos, que eram filhas da irmã dele.

O crime foi descoberto no domingo (12), quando a avó das vítimas colocou a menina de seis anos no colo e a garota se queixava de dores nas nádegas e vagina. Ao ser interrogada, a garota revelou a avó o quê o tio já vinha praticando.

Os familiares revelaram ao sargento Souza Gomes que já estavam desconfiados dos abusos em função das constantes queixas das garotas. Manchas de sangue também foram encontradas na calcinha da menina de seis anos.

O acusado Thailan nega as acusações. Ele foi conduzido a delegacia territorial de Catu, onde está a disposição da Justiça. Informações do blog As Broncas do Luciana Reis.

Bocão News

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook

O motorista de um Ford Ká fazia uma exibição de cavalo de pau, perdeu o controle da direção e capotou na cidade de Acajutiba, na Bahia. O adolescente Mateus Oliveira dos Santos, de 14 anos, morreu em um acidente na noite deste domingo(12), em Acajutiba-BA. De acordo com informações, o adolescente decidiu pegar o carro do pai escondido, no momento em que trafegava pela Avenida Saturnino de Menezes, Mateus perdeu o controle do Ford Ká branco, placa JSC 0087 da cidade de Cardeal da Silva-BA, acabou batendo contra o meio-fio e capotando em seguida. O jovem morreu na hora, outro rapaz, que não teve a identidade divulgada, passageiro no veículo, teve apenas escoriações. Uma guarnição da 6ª CIPM efetuou o isolamento do local, a ocorrência foi registrada pelo agente da polícia civil Ítalo, o corpo deve ser removido para o IML em Alagoinhas.


Informações e Foto do site Acajutiba News

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook


Na madrugada desta terça-feira (14), cinco homens armados invadiram uma unidade do Exército, na cidade de Serrinha, no nordeste da Bahia, de acordo com informações do 16° Batalhão a Polícia Militar da cidade.

Os bandidos pularam o muro do “Tiro de Guerra”, localizado na praça principal, no centro da cidade, e renderam três guardas. Logo em seguida,
depois de usar um alicate de corte para romper dois cadeados, eles invadiram a sala de armamentos.

Os criminosos levaram 20 fuzis, calibre 762 (mosquefal), sem munições e depois fugiram. Oficiais do 35º Batalhão de Infantaria, da cidade de Feira de Santana, e policiais civis estiveram no local após o crime. Até o momento nenhuma arma foi encontrada e ninguém foi preso.


Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook
Policiais Federais prenderam em flagrante um casal em posse de cerca de 32 quilos de crack, em uma pousada localizada na cidade de Nossa Senhora da Glória/SE. Após denúncia anônima, os policiais federais abordaram o casal Alberto Maurício de Souza, 48 anos, técnico em mineração, natural de Londrina/PR e Eliana Calderon Vaca, 33 anos, médica, de nacionalidade boliviana, que se encontravam hospedados em uma pousada na cidade de Nossa Senhora da Glória/SE. A prissão ocorreu na manhã de sexta-feira, dia 11, porém foi divulgada somente hoje,13, para a imprensa.
Ao verificar o interior do veículo em posse do casal, verificou-se um forte odor de entorpecente, similar a cocaína/crack. Ao ser realizado a desmontagem do veículo, em fundo falso do banco traseiro foram encontrados diversos tabletes de substância com característica de crack. Constatada a presença do entorpecente, foi dada voz de prisão em flagrante do casal. A droga estava acondicionada em um fundo falso de um veiculo Corolla, placa KAG- 6649, de Cuiabá/MT.
Segundo a PF, o preso confessou que é a segunda vez que transportava drogas para o Nordeste, sendo que a primeira vez foi para o Estado da Bahia, bem como foi o responsável pela confecção do fundo falso na parte de trás do banco do automóvel apreendido. O entorpecente apreendido seria entregue para um indivíduo que conhece apenas como "ZÉ", de quem receberia o pagamento para pagar ao fornecedor da droga.
De acordo com a PF, eles responderão pelos crimes de tráfico interestadual de entorpecentes, com penas previstas de até 25 anos de prisão, encontrando-se presos na Delegacia Plantonista da Polícia Civil e Delegacia da Polícia Civil da Barra dos Coqueiros (a mulher), onde permanecerão à disposição do Juízo da Comarca de Nossa Senhora da Glória/SE.

Fonte: Ascom PF.
Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook
O cantor Léo Magalhães, hoje o artista teofilotonense com maior expressão nacional, e que se prepara para uma turnê nos Estados Unidos a partir do próximo mês, anunciou na noite desta quinta-feira (09/10), durante entrevista coletiva à imprensa no auditório da CDL, que fará o seu terceiro show beneficente em Teófilo Otoni, como forma de retribuir um pouco por todo o calor humano e por toda a torcida dos seus conterrâneos à sua carreira hoje tão bem sucedida.

O show será realizado no domingo, 26 de outubro, a partir das 18:00h no Parque de Exposições da Pampulhinha. O ingresso será trocado por dois quilos de alimentos não perecíveis, cuja arrecadação e distribuição ficarão por conta do Rotary Clube de Teófilo Otoni.
O prefeito Getúlio Neiva, que compareceu à coletiva ao lado do vice, Dr. Ilter, disse que é uma honra muito grande a cidade poder receber de braços abertos o show do Léo Magalhães que, seguramente, é hoje um dos nomes que mais trazem orgulho à comunidade, e que é responsável por levar o nome da cidade por todos os lugares onde passa.
A governadora do distrito do Rotary Clube, Iracema das Graças, que compareceu ao encontro, disse que é uma honra para a sua instituição ter sido escolhida por Léo Magalhães para cuidar da logística social do seu show, e garantiu que, no que depender do Rotary, será uma grande festa no Parque de Exposições, mas será, também, uma grande festa social para as famílias que serão beneficiadas com o que for arrecadado.
Antes de finalizar, Léo Magalhães voltou a agradecer o apoio da imprensa, por ajudar a divulgar o seu show beneficente pelo terceiro ano consecutivo, e disse que espera muito poder lotar a Pampulhinha e colocar ali ainda mais pessoas do que nos anos anteriores.
Por David Ribeiro Jr.
Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook
Eleitores em Goiás relatam que não conseguiram votar no 1º turno das eleições deste ano, no último domingo (5) porque, ao chegar ao local de votação, foram informados que os votos deles já haviam sido registrados. Foi o caso da estudante Ana Carolina Hungria, 19 anos, que tentou votar no Colégio Pedro Xavier Teixeira, no Conjunto Cachoeira Dourada, em Goiânia.
“Eu escolhi um candidato que achei que poderia fazer a diferença e quando eu vim aqui exercer meu direito de votar não teve como, alguém já fez isso no meu lugar ou eu não sei o que aconteceu com a máquina que fala que eu não posso votar”, afirma.
Na folha de votação, o comprovante de votação do 1º turno no nome da estudante já havia sido destacado. Os mesários tentaram usar o comprovante do 2º turno para que a jovem votasse, mas não foi possível.
Ao ligar no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para relatar a falha, o primeiro secretário da sessão Rodrigo Marcos Araújo afirma que foi informado que o mesmo problema já havia sido registrado em outros locais de votação.
A falha ocorreu também em Anápolis, a 55 km da capital. Para a estudante Marta Pereira Lemes, o sentimento após não conseguir votar era de indignação. “Tiraram o meu direito de expressar a minha opinião daquilo que eu quero para  o futuro da minha cidade, do meu país", lamentou.
Segundo a chefe de cartório de Anápolis Patrícia Melo, um erro humano pode ter sido a causa da confusão. "Provavelmente um erro do mesário que digitou o número errado, não conferiu se era o eleitor e autorizou o eleitor a votar. A gente vai investigar, ler todas as atas e tentar verificar”, afirma.
Nulo

Também na capital, uma candidata denunciou outro problema. Ela afirma que tentou votar por duas vezes, mas ao digitar o número, não conseguia confirmar se seu voto seria válido.

“Não aparece a foto, não aparece o nome, só aparece voto nulo. Mesmo assim eu confirmei”, reclamou Ruth Bento. O mesmo ocorreu com uma amiga dela, no colégio Cecília Meireles, em Aparecida de Goiânia.
G1

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook
Um homem identificado como Adoniel Moraes de Carvalho, 32 anos, foi morto com golpes de canivete desferidos pela própria esposa, não identificada, no início desta semana na cidade de Imperatriz, a 630 km de São Luís, capital do Maranhão. De acordo com publicação do blog Luiz Correia 24 horas, o crime teria sido motivado pelo fato da vítima ter saído na manhã de sábado (4) sem avisar e só retornado na madrugada da segunda-feira (6) para sua casa.
Quando Adoniel retornou para casa, houve uma discussão entre ele a esposa, que cobrou uma satisfação sobre o fato do marido não avisar onde iria e nem onde estava. Durante o bate-boca a mulher transtornada pegou uma arma branca tipo canivete e desferiu um golpe na costela do marido que ficou caído na calçada em frente à residência do casal. 


Adoniel morreu antes da chegada do socorro, seu corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). A mulher foi presa pela Polícia Militar em flagrante e apresentada no Plantão Central de Polícia de Imperatriz. Na delegacia, a agressora declarou que, caso se relacione com outro homem, e este cometer o mesmo erro, ela matará também.
 Foto: reprodução / blog Luis Correia24horas

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook


Dois meses depois do acidente aéreo que matou o candidato à Presidência Eduardo Campos, o Fantástico obtém com exclusividade a íntegra da gravação dos últimos instantes do voo, a conversa final entre os pilotos e a Base Aérea de Santos.
Tudo parece ir bem, até que o comandante avisa que vai arremeter por causa do tempo ruim. Depois disso, o operador de rádio chama o avião por dez vezes e não recebe resposta.
Copiloto: Devido às condições, nós vamos aguardar e chamaremos novamente, ok?
Foram as últimas palavras dos pilotos registradas pela Base Aérea de Santos. A conversa, que o Fantástico obteve com exclusividade, tinha começado 24 minutos antes.
Copiloto: Rádio Santos, bom dia. Papa Romeu Alfa Fox Alfa. Na escuta?
Papa, Romeu, Alfa, Fox, Alfa é a maneira como a aviação diz "PR-AFA", o prefixo do Cessna Citation que levava Eduardo Campos e a equipe dele. Rádio Santos é o operador de rádio da Base Aérea de Santos. É assim que eles se identificam durante toda a conversa.
O Cessna ainda estava voando alto, na área de controle de São Paulo, quando o copiloto, responsável pela comunicação, fez o primeiro contato para perguntar sobre as condições climáticas para pouso.
Copiloto: Bom dia. Gostaria das condições do Aeródromo, por gentileza.
A Base Aérea de Santos é um aeroporto militar e, apesar do nome, fica na cidade vizinha Guarujá. No local não existe uma torre para controlar o tráfego aéreo, só uma estação de rádio, operada por um militar, que passa informações para os pilotos sobre as condições da pista.
Rádio Santos: Santos ciente. A base opera sob instrumentos. Vento 240 graus, com sete nós.
Naquele momento, as condições de vento eram normais, mas a base operava por instrumentos. Como a visibilidade era baixa, os pilotos teriam que se guiar exclusivamente pelas antenas de rádio.
Dezoito minutos depois do primeiro contato, o avião descia em direção à pista da Base de Santos.
Copiloto: De seis mil para quatro mil pés, já liberado por São Paulo.
Durante a aproximação, um aviso:
Rádio Santos: Rádio Santos ciente. Atento a pássaros na cabeceira da pista.
Dois minutos depois, o copiloto se confunde ao passar o prefixo do avião.
Copiloto: Oufa, Fo, Alfa Fox Alfa, está na arremetida, ok?
E confirma a arremetida.
Radio Santos: Alfa Fox Alfa, confirma. Você vai arremeter?
Copiloto: Afirmativo.

Arremeter é quando o piloto desiste de pousar e dá uma volta para tentar de novo. Nessa situação, segundo a carta que orienta o pouso na Base Aérea de Santos, os pilotos devem subir de volta para 4 mil pés e recomeçar a tentativa. Mas o áudio não deixa claro se isso aconteceu.
Rádio Santos: Está prosseguindo para o... nova tentativa de pouso?
O copiloto começa a responder. 
Copiloto: Devido às condições, nós vamos su... é...
Interrompe...
Copiloto: Nós vamos aguardar e chamaremos novamente, ok?
Rádio Santos: Rádio Santos ciente, comandante.

Eram 10h. Depois disso, silêncio. Os pilotos não fizeram mais contato.
A Rádio Santos chama o avião:
Radio Santos: Alfa Fox Alfa, Rádio Santos?
Nada. Ninguém responde. Chama de novo:
Rádio Santos: Papa Romeu Alfa Fox Alfa, Rádio Santos?
Mais uma vez.
Radio Santos: Papa Romeu Alfa Fox Alfa, Rádio Santos?
Foram 10 tentativas de contato. E do outro lado, nenhuma resposta.
Radio Santos: Papa Alfa Romeu Alfa Fox Alfa, Rádio Santos?
Na Base Aérea de Santos, a preocupação aumentava, como mostra um vídeo gravado lá dentro. “O jatinho está desaparecido. São Paulo não sabe, não pousou em Itanhaém”, diz um militar, funcionário da base.
Ele estava conversando com assessores do partido de Eduardo Campos, o PSB, que esperavam o jato chegar.
Assessor: Ninguém pode fazer contato visual?
Militar: Desse jeito? Não, não tem. Radar não pega aqui embaixo.

Próximo dali, no bairro do Boqueirão, em Santos, câmeras de segurança registravam o destino do Cessna. Na queda, peças do avião voaram por toda a vizinhança. Em uma foto deu para ver como ficaram as turbinas. Uma delas entrou entrou em um apartamento, arrebentou a parede da cozinha e da sala.
O Fantástico esteve no local dois dias depois do acidente. Agora, dois meses depois do acidente, o apartamento começou a ser reformado. Moradores das casas atingidas têm direito a receber indenização pelos prejuízos.
O Fantástico teve acesso a apólice de seguro do avião, que garante essa cobertura. É a mesma que está com a Justiça. O seguro prevê US$ 50 milhões, cerca de R$ 120 milhões, para vítimas.
“Vítimas que perderam seus entes queridos no acidente e também as vítimas que tiveram prejuízo material, que são as pessoas das casas da cidade de Santos”, diz Thiago Lacerda Nobre, procurador da República, Ministério Público Federal.
A apólice vence em dezembro de 2014. Está em nome da AF Andrade, uma empresa do setor agrícola que, em 2010, arrendou o avião. Ou seja, não era de fato a proprietária até que terminasse de pagar as parcelas para a fabricante Cessna.
“A propriedade da aeronave é algo ainda um pouco nebuloso. A princípio, essa aeronave ela foi financiada junto à Cessna, com pagamento de parcelas por um empresário e ela teria sido vendida para outros empresários”, explica o procurador.
Os outros empresários são João Carlos Lyra e Apolo Santana, empresários pernambucanos que tentavam comprar a aeronave desde maio de 2014. Eles emprestaram o jato para a campanha de Eduardo Campos.
O advogado da AF Andrade informou que já está comprovada a transferência de arrendamento para os empresários pernambucanos, e que a responsabilidade pelo seguro é deles. Os empresários de Pernambuco dizem que a transferência do avião não havia sido concretizada até a data do acidente.
Apesar disso, moradores do Boqueirão, disseram que estão sendo procurados pelos advogados dos dois empresários de Pernambuco para fazer acordos. A aposentada Júlia Nagamine recebeu a oferta e aceitou. “A gente está entrando em um acordo para não entrar na Justiça, para poder receber e dar andamento no que nós temos que arrumar”, conta.
Tem muito para mexer. O avião caiu no quintal da casa da dona Júlia. A aposentada mostra que em um dos locais da casa havia uma edícula, que tinha uma cozinha. “Foi tudo destruído”, lamenta ela.
Dona Júlia começou uma reforma por conta própria e agora está esperando o dinheiro do acordo. O advogado da família diz que o acerto tem restrições, mas vale a pena. “De um lado, elas vão receber quase que na plenitude o valor e danos materiais pretendidos, e de outro lado elas abrem mão de qualquer processo, inclusive uma eventual indenização por danos morais”, diz Marcelo Vallejo Marsaioli.
Já Maria Ester faz questão de receber pelos prejuízos materiais e morais que sofreu.
Maria Ester Bittencourt, psicóloga: Nós temos direito a danos morais sim, nós queremos também.
Fantástico: Vocês vão entrar na Justiça para brigar por isso?
Maria Ester Bittencourt: Vamos entrar sim. Se for preciso, sim.

A psicóloga, os pais e mais dois irmãos tiveram que abandonar a casa que moravam. No dia do acidente, o Fantástico entrou na casa da Maria Ester. A casa continua bem danificada.
Maria Ester Bittencourt: Aqui dentro está tudo desalinhado. Sete centímetros o chão afundou. Inclusive, agora o teto está quase desabando totalmente. Fizemos o orçamento, foi em torno de R$ 1 milhão, o prejuízo aqui, em torno disso.
Fantástico: Alguém já pagou para vocês alguma coisa?
Maria Ester Bittencourt: Não, ninguém pagou nada até agora.

Um advogado, especialista em seguros, consultado pelo Fantástico disse, que os moradores não precisam aguardar um contato dos responsáveis pelo avião. “A vítima que quiser ir a juízo contra a companhia de seguros de responsabilidade civil deverá fazê-lo, promovendo ação também contra os segurados”, explica o advogado Ernesto Tzirulnik.
Em nota, a seguradora Bradesco, disse que não passa informações sobre a apólice que o Fantástico teve acesso.
Enquanto os envolvidos discutem de quem é a responsabilidade pelo pagamento do seguro, Juarez Câmara, dono de uma academia de ginástica atingida, está sem o ganha pão.  “A academia toda está interditada. Simplesmente eu estava andando redondo, caiu um avião e parou, meu lucro cessou. Uns oito meses para fazer a recuperação toda”, conta.
Juarez, Maria Ester e Júlia sabem que vai demorar para recuperar o que foi destruído e que nada vai ser igual quando eles voltarem para casa e para o trabalho. “Coisa que vai ficar marcada para o resto da vida, porque em segundos aconteceu tudo isso. Paga o bem material, mas aqui na cabeça fica”, diz aposentada Júlia Nagamine.

Fantástico

Acompanhe o Blog do Carlino Souza também pelo Instagram, Twitter™ e pelo Facebook